Reembolso do IRS em 20 dias

O reembolso do IRS é feito todos os anos até 31 de julho. Quem entrega mais cedo a declaração de IRS pela internet recebe também mais cedo a devolução do IRS. Já quem tem acesso ao IRS automático recebe o reembolso primeiro.

Prazo de reembolso de 15 a 20 dias só para as declarações automáticas

Se por um lado o Fisco condena os atrasos nos prazos de entrega do IRS, com multas, por outro ele premeia os contribuintes que regularizam mais cedo os seus impostos. Assim, quem entregar o seu IRS mais cedo, pela Internet, tem prioridade no reembolso do IRS (se a ele tiver direito).

Apesar da promessa de reembolso mais célere a estes contribuintes, não há garantia de que o IRS seja reembolsado em 20 dias, após a entrega da declaração, como aconteceu em anos passados em Portugal. A celeridade do reembolso depende das instituições bancárias. A data limite de devolução é, relembre-se, 31 de julho.

Só quem tem acesso à entrega automática do IRS pode receber o IRS mais rápido: entre 15 a 20 dias. Para estes casos onde a situação fiscal é mais simples, prevê-se que o tempo de processamento do reembolso seja reduzido para metade.

O reembolso em 2016

Em 2016, o reembolso do IRS demorou em média 36 dias. O prazo para cada contribuinte receber o reembolso do IRS depende sempre do tempo que os serviços demoram a fazer o processamento podendo este ultrapassar ou ser menor ao valor médio apontado.

O pagamento do reembolso do IRS pode ser feito por transferência bancária, cheque ou vale postal.

Atrasos no reembolso do IRS

Em anos anteriores verificaram-se atrasos no reembolso do IRS derivados de mudanças de cálculos como a sobretaxa extraordinária em sede de IRS, com o prazo de devolução de 20 dias a alargar-se a médias de 25, 31 e 36 dias.

Em caso de dúvidas sobre o pagamento, o contribuinte pode consultar o estado da devolução do IRS online, depois de entrar com os seus dados no Portal das Finanças e escolher: Cidadãos > Consultar > Informação Financeira > Movimentos Financeiros.

Convém consultar o pagamento do IRS pois podem acontecer imprevistos como a penhora do reembolso do IRS.

Outra opção é contactar o centro de atendimento telefónico da Autoridade Tributária e Aduaneira (217 206 707).