Em teoria todos os contribuintes podem ser alvo de uma inspeção fiscal do IRS, independentemente dos valores das declarações. Na prática, porém, existem alguns contribuintes com mais probabilidades de serem visitados pelos inspetores do Fisco.

Sorteio

Grande parte das inspeções do Fisco decorrem de sorteio. Como a sorte (ou o azar) pode calhar a todos, convém estar preparado para uma inspeção fiscal do IRS.

Mentiras no IRS

Mesmo sem o saber, o contribuinte pode estar a cometer alguma gralha no IRS. Estas falhas no IRS acionam um sinal de alerta e podem ser inspecionadas pelo Fisco.

Conheça 5 alturas em que está a mentir no IRS.

Despesas elevadas

O contribuinte tem luz verde para inserir as despesas na declaração de IRS. Contudo, as despesas têm de ser justificadas, o que é feito por inspeção fiscal. As despesas avultadas declaradas tornarão à partida as respetivas declarações passíveis de serem inspecionadas.

Consulte os limites de despesas no IRS.

Trabalhadores independentes

Os trabalhadores independentes, sobretudo os que apresentam resultados negativos durante anos consecutivos, também podem chamar a atenção da inspeção fiscal.

Veja como cessar a atividade pela internet.

Caso se registe um desvio significativo no comportamento do contribuinte, ou comparativamente com os parâmetros habituais do seu tipo de atividade, este também pode levantar suspeitas.

Denúncia

Fazer uma denúncia às Finanças é simples e pode mesmo resultar num processo de inspeção fiscal para averiguação.