6 Coisas que você nunca vê as pessoas bem-sucedidas a fazer

É curioso ler sobre os hábitos das pessoas bem-sucedidas, sobre o que elas fazem todas as manhãs ou todas as noites, sobre o que as motiva e o que as torna tão especiais. Mas para aprender com o exemplo delas também é preciso estar atento ao que elas evitam fazer. Estes são 6 exemplos de coisas que as pessoas bem-sucedidas nunca fazem.

1. Cruzar os braços e virar as costas

Sabia que Walt Disney foi despedido do Kansas City Star por “não ter imaginação e boas ideias”? Que Henry Ford teve duas empresas de carros fracassadas antes da Ford? Que Steven Spielberg foi rejeitado múltiplas vezes na School of Cinematic Arts da USC?

Grandes vitórias surgem de grandes derrotas. As pessoas bem-sucedidas nunca baixam os braços perante os falhanços e levantam-se constantemente.

2. Chorar sobre o leite derramado

É importante ligar os pontos do passado e presente para encontrar um sentido no futuro, como referia Steve Jobs. Este empreendedor também não chorou por ser despedido da empresa que criou, preferindo em vez disso privilegiar o futuro. Pode ativar as legendas portuguesas no seguinte vídeo inspirador:

3. Paralisar perante os medos

Não é que as pessoas bem-sucedidas não tenham medos, porque todos temos medos. O que as pessoas bem-sucedidas fazem de diferente é respeitar os riscos e não os temer, trabalhando para os superar.

Kobe Bryant, por exemplo, decidiu ir diretamente do liceu para a NBA, com 17 anos, sem passar pela universidade primeiro, e isso não o impediu de ser um dos melhores jogadores de sempre da modalidade.

4. Inventar desculpas

As desculpas surgem quando se tentou algo e se falhou, ou quando não se tentou algo. Na primeira situação as desculpas são desnecessárias, enquanto no segundo elas são duradouras e demonstram preguiça e culpa, sendo necessário fazer algo para mudar as coisas.

Lembrando o que Michael Jordan uma vez disse sobre responsabilidade: “falhei mais de 9 mil cestos e perdi quase 300 jogos. Em 26 ocasiões fui escolhido para o cesto decisivo e falhei. Falhei uma vez, falhei outra vez e falhei novamente. E foi por isso que eu fui bem-sucedido.”

5. Desperdiçar tempo

Até as formigas estão ocupadas. O que importa é o que se faz com o tempo em mãos. Fazer algo de valor com o pouco tempo que se tem é uma preocupação das pessoas bem-sucedidas.

Warren Buffett aconselha a encontrar as paixões através da técnica 5/25 onde se deve anotar as 25 coisas que mais se gosta e riscar as últimas 20 da lista. As 5 primeiras são as verdadeiras paixões.

6. Aceitar os limites

Quem coloca limites nunca conseguirá se superar. Quem pensa que uma coisa é impossível acaba por a tornar impossível para si. Ser bem-sucedido é uma questão de coragem e de persistência.

Recorrendo à sabedoria de Bruce Lee: “um homem deve constantemente exceder o seu nível. Se você coloca limites no que é capaz de fazer, isso vai espalhar-se para o resto de sua vida, no seu trabalho, na sua moral, em todo o seu ser. Não há limites. Existem palcos, mas você não deve lá ficar, você deve ir para além deles.”