Despedir um funcionário nunca é fácil. Quando se despede um funcionário devem-se ter determinados cuidados. Algumas coisas são proibidas de se dizer. Certas palavras podem resultar mesmo em processos judiciais.

Coisas a não dizer num despedimento

É uma eliminação de trabalho, não tem nada a ver com performance

Regra geral, a razão do despedimento está mesmo na fraca performance. Querer proteger os sentimentos do trabalhador pode levar a queixas de descriminação. Se disser que está a cortar nos cargos de trabalho, prepare-se para justificar essa afirmação com documentação.

Tivemo-lo durante muitos anos, simplesmente não podemos continuar consigo nestes tempos difíceis

Isto é uma ofensa ao trabalhador, que deu anos da sua vida para a empresa.

O único culpado disto é você

Quando os trabalhadores se sentem atacados, eles também atacam e certas coisas não são agradáveis de se ouvir.

Isto é tão duro para mim como para si

Prefere despedir ou ser despedido? Não tente suavizar o peso que sente pela decisão que tomou perante alguém que está a sofrer a decisão na pele.

Sei como se sente

A não ser que tenha sido despedido nos últimos tempos, você não sabe o que esta pessoa está a passar.

Estamos a mudar a imagem da empresa

Isto pode dar a impressão ao trabalhador de que ele está a ser despedido por ser muito velho, casado, estrangeiro, ou uma outra qualquer razão ilegal.

Você foi desonesto

Colocar a integridade do trabalhador em causa vai acender uma discussão e pode resultar em ações judiciais por difamação.

Ajudá-lo-ei a encontrar um novo emprego

Ao contrário dos políticos, prometa apenas aquilo que vai cumprir. Prometer fazer uma carta de recomendação e ajudar na recolocação só por dizer, resulta em vários contactos do trabalhador e em maiores desilusões.