Impostos Diretos e Progressivos

Os impostos diretos incidem diretamente nos rendimentos das pessoas. Os impostos diretos podem ser progressivos, quando a percentagem vai aumentando de acordo com a capacidade financeira do contribuinte ou consumidor.

Impostos Diretos e Indiretos

Os impostos diretos diferem dos impostos indiretos, sendo que os primeiros incidem sobre o rendimento das pessoas e das empresas (IRS e IRC) e os segundos sobre o consumo ou a despesa (IVA, IUC, IMT, etc).

Veja os impostos diretos vs impostos indiretos.

Impostos Progressivos

Falamos em impostos progressivos quando existem percentagens variáveis e crescentes. Um exemplo de imposto progressivo é o IRS onde a taxa a aplicar aumenta de acordo com os rendimentos do contribuinte. Neste capítulo, consulte os escalões do IRS.

Nos impostos progressivos a coleta de imposto aumenta mais do que proporcionalmente relativamente à matéria coletável. A taxa a aplicar vai crescer, à medida que a matéria coletável aumenta.

Impostos Regressivos

O contrário do imposto progressivo é o imposto regressivo, onde a taxa efetiva desce, à medida que se aumenta a quantia a que a taxa é aplicada. Ou seja: a taxa a aplicar vai reduzir, à medida que a matéria coletável cresce.