Saiba como funcionam os depósitos a prazo. Os depósitos a prazo são um produto de investimento, disponível em diferentes prazos e taxas. Os montantes de subscrição e o prazo dos depósitos a prazo diferem de acordo com a rentabilidade que o investir pretende obter. As condições de acesso aos depósitos exigem, em alguns casos, subscrição de produtos do banco.

Escolher depósitos a prazo mais rentáveis

Saiba quais são os melhores depósitos a prazo disponíveis atualmente, ou use o nosso simulador de depósitos a prazo para saber exatamente quanto poderá ganhar com o seu depósito, de acordo com a TANB do banco escolhido.

É um investimento simples e com risco reduzido, ideal para momentos de crise e instabilidade financeira. Uma vez que os bancos têm dificuldade em conseguir empréstimos nos mercados financeiros, optam por pagar taxas mais elevados aos clientes que depositem o dinheiro no seu banco.

Vantagens dos depósitos a prazo

  • Remuneração é garantida
  • Não obriga a despesas adicionais, na maior parte dos casos
  • Risco reduzido
  • Rendimento é conhecido à partida e fixado no prazo escolhido
  • Oferta variada
  • Juros mais vantajosos que numa conta poupança

Na escolha do banco para investir em depósitos a prazo deve ter em atenção o risco, a liquidez e a rendibilidade.

Risco

O risco está relacionado diretamente com a instituição bancária onde pretende investir. A única situação em que pode ocorrer a falta de pagamento dos juros é a falência financeira dos bancos.

Liquidez

A liquidez está relacionada com o prazo do depósito a prazo. O dinheiro pode ser mobilizado antes do prazo terminar, mas o banco pode penalizar com a perda de juros corridos. Tenha em atenção os prazos e invista em prazos que considera adequados para não ter de resgatar o dinheiro antes do fim do prazo.

Rendibilidade

Ao escolher o depósito a prazo com melhor rendibilidade deve ter em conta a Taxa Anual Nominal Bruta (TANB), que não tem em conta capitalização e a questão fiscal, mas também a Taxa Anual Efetiva Global, que tem em conta a capitalização e a questão fiscal.