É possível recuperar juros no IRS, pelo preenchimento da declaração anual.

IRS e juros de crédito habitação

Uma das despesas que entram no IRS são as despesas de juros de empréstimos habitação. Pode-se deduzir no IRS 2015 até 15% dos montantes pagos em juros de dívidas de crédito à habitação, de contratos celebrados até 31 de dezembro de 2011, com um limite de 296€.

Para as deduções de juros do crédito à habitação entrarem nas contas do IRS, é necessário preencher o quadro 7 do anexo H.

Veja como deduzir juros habitação no IRS.

IRS e juros dos depósitos a prazo

Somar os juros dos depósitos a prazo no IRS pode ajudar a recuperar algum dinheiro. Os juros dos depósitos a prazo não são de declaração obrigatória no IRS, já que foram tributados na fonte a uma taxa liberatória de 28%, ou seja, eles foram previamente retidos pelo banco.

Sempre que a taxa de IRS a aplicar no escalão de IRS em que o contribuinte se insere for menor do que 28%, compensa declarar e englobar os rendimentos de capitais, pois o contribuinte fica a ganhar com o englobamento.

Na prática, se o contribuinte ganhar menos de 7035€ anualmente (se ele estiver no primeiro escalão de IRS), compensa optar pelo englobamento, já que a taxa de tributação é de 14,5% (inferior a 28%).

Os juros de depósitos a prazo e de outros rendimentos de capitais podem ser incluídos no anexo E do IRS, durante o mês de maio.

Mesmo quem entregou a declaração de IRS na 1ª fase, pode ainda recuperar o imposto pago no recebimento de juros, por intermédio da entrega da declaração de substituição de IRS.

O contribuinte deve fazer uma simulação com o anexo E preenchido, para descobrir se na verdade terá direito a um aumento no reembolso de IRS.

Englobamento de rendimentos de capitais

Optar pelo englobamento obriga a declarar todos os tipos de rendimentos de categoria E na declaração de IRS.

Os valores inseridos na declaração devem corresponder aos valores das entidades bancárias, visto que as diferenças, mesmo mínimas (como de cêntimos), dão origem a divergências no IRS.