Como fazer um currículo para ser contratado

Hoje em dia não basta fazer um currículo, é preciso fazer um currículo imaculado e interessante, para se ser contratado. E para o ajudar nessa missão, o Economias dá-lhe algumas dicas essenciais.

Aparência

Se deseja fazer um currículo para ser contratado tem de fazer desde logo um currículo com aspeto profissional, que cause uma boa primeira impressão. Escolha um modelo profissional para o currículo, assim como uma fotografia do mesmo cariz. Faça um currículo pequeno, conciso, com linguagem em tom de ação, e com negrito ou itálico a realçar as palavras principais consoante a vaga a que se candidata.

Não se esqueça que também o nome do email pessoal deve ser profissional e que os contactos devem estar atualizados e sempre disponíveis.

Organização

Como o currículo é uma amostra da organização do candidato, convém fazer um currículo limpo e bem estruturado, demonstrando facilmente a progressão do profissional e a sua experiência relevante. Tenha em atenção o espaçamento entre secções e as margens. Lembre-se de que simplicidade é amiga da organização.

Conteúdo

Obviamente que nada disto faz milagres se não houver um conteúdo relevante no currículo. Aqui interessa criar uma breve história com impacto que demonstre à empresa que o profissional consegue acrescentar-lhe valor. Mais do que tarefas do candidato, recomenda-se falar em conquistas para as anteriores empresas.

Utilize frases curtas para destacar as responsabilidades, os projetos e as conquistas relevantes para o cargo. Tente ser objetivo na descrição dos cargos exercidos e inclua exemplos numéricos para os resultados obtidos, já que é importante quantificar a experiência e as conquistas.

Leia o currículo de fio a pavio para corrigir erros, falhas de espaçamento ou pontuação e para retirar eventuais clichés. Pode pedir a alguém para ver o seu currículo, como muitos erros passam despercebidos ao escritor.