5 passos para escrever a sua carta de despedimento

Se vai mudar de emprego ou simplesmente quer sair da empresa onde está, vai precisar de escrever uma carta de despedimento. Eis cinco passos vão ajudá-lo a escrever a sua carta de rescisão:

1. Refletir sobre a sua decisão

A primeira coisa a fazer é refletir bem sobre a sua decisão. Já pesou bem os prós e contras da sua saída da empresa? Já tem um plano para o que vai fazer a seguir? Estas são questões importantes sobre as quais deve pensar, para não tomar uma decisão precipitada. Se acha que há uma alternativa à saída que possa beneficiar mais a sua carreira, pondere optar primeiro por essa opção (falar com o seu chefe, etc…).

2. Confirmar os prazos de aviso prévio para a rescisão do contrato

Os prazos de aviso prévio dependem se vai rescindir por justa causa ou não.

Se vai rescindir por justa causa, pode rescindir o contrato sem aviso prévio. Caso contrário, deverá respeitar os seguintes prazos, isto é, "dar à casa" este número de dias:

Contratos de trabalho sem termo:

  • Contratos com menos de 2 anos – 30 dias de aviso prévio;
  • Contratos com mais de 2 anos – 60 dias de aviso prévio.

Contrato de trabalho a termo incerto:

  • Contratos com menos de 6 meses – 15 dias de aviso prévio;
  • Contratos entre 6 meses e 2 anos – 30 dias de aviso prévio;
  • Contratos com mais de 2 anos – 60 dias de aviso prévio.

Contrato de trabalho a termo certo:

  • Contratos com menos de 6 meses – 15 dias de aviso prévio;
  • Contratos com mais de 6 meses – 30 dias de aviso prévio.

Atenção: se não cumprir o aviso prévio, ao fazer o seu pedido de demissão, será obrigado a pagar uma indemnização à entidade patronal, igual à remuneração de base correspondente ao período de aviso prévio em falta.

3. Escrever a carta

Depois de ponderar bem sobre a sua decisão, pode passar para a redação da carta de despedimento. Ela deve conter:

  • Data;
  • Nome e cargo da pessoa a quem é dirigida;
  • Informação clara de que se demite da empresa em questão;
  • Data de Início e duração de aviso prévio (se aplicável);
  • Menção clara da data em que deixará de ir trabalhar;
  • O seu nome;
  • A sua assinatura.

4. Falar com o seu chefe

Uma carta de despedimento não deve ser uma surpresa. Antes de enviar por correio ou entregar nos recursos humanos, deve falar com o seu chefe para lhe comunicar a sua decisão. Prepare bem o seu discurso, pensando nas questões que levaram à sua decisão e comunicando-as da forma mais cordial e positiva possível.

5. Entregar a carta

Depois de falar com o seu chefe, deverá entregar-lhe a carta a ele ou diretamente ao departamento de recursos humanos. Caso sinta que existe alguma hostilidade perante a sua decisão, ainda que esteja a usufruir dos seus direitos, poderá enviar a carta através de correio registado, ficando assim com uma prova da receção da mesma.

Exemplo de carta de despedimento

Pode fazer aqui o download de um modelo ou minuta de carta de demissão em pdf para imprimir ou copiar para word. 

Lembre-se que um pedido de demissão apenas tem valor jurídico quando é efetuado por escrito. Pode e deve incluir mais informação, se achar que a carta ficou demasiado impessoal, mas evite desabafos. Mencionar as experiências positivas do tempo que teve na empresa que vai deixar, se as tiver tido, é um maior sinal de profissionalismo.

Se é empregador veja como fazer a carta de despedimento a enviar ao trabalhador.