Como vai funcionar o aumento das pensões em 2020? Confirme valores e datas de pagamento

Quase todas as pensões irão ser aumentadas em 2020, quer por via da atualização anual (entre 0,2% e 0,7%), quer por via do aumento extraordinário das pensões (€ 10 euros para as pensões mais baixas).

Qual será o aumento das pensões?

No que respeita ao aumento das pensões em 2020, a proposta constante da Orçamento do Estado 2020, que ainda se encontra em discussão no Parlamento, é a seguinte:

  • As pensões inferiores a € 877,60 (2 vezes o IAS de 2020, que é € 438,81), recebem um aumento automático de 0,7%;
  • As pensões entre € 877,60 e € 2.632,80 (2 a 6 vezes o IAS de 2020), são atualizadas em 0,2% (valor da inflação);
  • As pensões superiores a € 2.632,80 (acima de 6 vezes o IAS de 2020), não beneficiam de qualquer aumento em 2020.

Feitas as contas, as atualizações das reformas em 0,2% ou 0,7% representam um aumento entre 1,9 e 6,3 euros ao mês.

Há aumento extraordinário das pensões em 2020

Apesar da proposta de Orçamento do Estado 2020 não prever um aumento extraordinário das pensões mais baixas, o Governo já anunciou ter chegado a acordo com os partidos mais à Esquerda quanto a um aumento extraordinário de pensões em 2020, tal como ocorreu em 2019.

Assim sendo, as pensões até aos € 658,20 vão receber um aumento de 10 euros

A medida abrange todos os pensionistas cuja pensão seja inferior a 1,5 vezes o IAS (€ 438,81 em 2020).

Quando se aplica o aumento das pensões?

O aumento "normal" das pensões tem efeito a partir do dia 1 de janeiro de 2020. Isto significa que as pensões de reforma pagas em janeiro de 2020 já foram calculadas tendo em consideração o aumento de 0,2% ou de 0,7%.

Quanto ao aumento extraordinário de € 10 das pensões mais baixas, o Governo ainda não emitiu informação sobre a data concreta em que se inicia o seu pagamento, facto que será discutido durante o debate do Orçamento do Estado na especialidade.

Em 2019 o aumento extraordinário das pensões de reforma ocorreu logo em janeiro, mas em 2018 e 2017 o aumento só foi pago a partir de agosto.