7 formas garantidas de ser despedido

Existem váriasformas de ser despedido. O trabalhador pode ser despedido com justa causa ou sem justa causa. Se não quer ser despedido, preste atenção a estes eventuais maus comportamentos de sua parte.

Mentir no currículo

Uma coisa é embelezar um currículo, personalizando-o para uma vaga, destacando competências necessárias para a execução de um trabalho. Outra é inventar um currículo. Se descobrirem que mentiu no seu currículo, pode estar certo que a porta de saída está muito perto.

Desobediência

Pode pensar que é o José Mourinho da empresa, mas caso não obedeça aos seus superiores, estes podem-no despedir com justa causa. O mesmo se aplica se violar os direitos e as garantias dos trabalhadores da empresa, se gerar conflitos entre eles e se danificar o património da empresa.

Desleixo

Falhar nos seus deveres, tornar-se invisível na empresa (sem criar laços com os outros trabalhadores e contribuir para a empresa) e não tomar banho, por exemplo, são comportamentos que o podem levar ao despedimento.

Apontar o dedo

O trabalhador deve sempre ser a pessoa melhor. Deve dar a cara, assumir os erros, ter estofo e a decência de assumir as culpas. Apontar o dedo a outras pessoas não o faz ganhar respeito algum dos seus superiores, só ganha o seu desprezo.

Faltar demasiado

Se diz estar doente várias segundas-feiras, o seu chefe percebe que não está a vir trabalhar por estar doente, mas sim por outras razões (como a preguiça ou a ressaca).

Roubar

O trabalhador não pode roubar, nem fisicamente, nem mentalmente. Se roubar património da empresa ou se ficar com os louros do trabalho realizado por outra pessoa, pode muito bem estar a colocar-se na fila do centro de desemprego.

Comportamento indevido

É muito fácil ser despedido se tiver comportamentos indevidos. Passar informação sobre a empresa à concorrência é um deles. Falta de ética é outra. Assediar moral ou sexualmente alguém é outro. Não produzir o que é pedido é ainda outro. Alguns são óbvios, outros mais elaborados podem ser preciosismos das empresas, mas mesmo sim deve ler com atenção os deveres enumerados no contrato, se quiser evitar o despedimento.