5 Formas de Trabalhar como Freelancer em Portugal

Há diversas formas de trabalhar como freelancer em Portugal. Deixamos alguns exemplos de trabalhos por conta própria, sem deixar de sublinhar que o sucesso está em dedicar-se ao que mais gosta de fazer.

Seja qual for o motivo que o leve a optar por trabalhar por conta própria, as dicas sobre como trabalhar como freelancer são comuns. O que difere é apenas a atividade a que se dedica e daí poderão vir algumas especificidades. Em termos gerais, o trabalho como freelancer deve ir ao encontro da sua formação, da sua experiência ou da sua paixão. A fazer o quê?

Trabalhos possíveis em regime freelancer

Escritor / autor

Com a proliferação de sites na internet, há sempre necessidade de conteúdos. E há sempre quem procure quem tenha prazer pela escrita para os poder redigir. Se é o seu caso, ofereça-se como freelancer para escrever artigos. Pode começar por ter um blog próprio e assim terá um portefólio online para promover o seu trabalho. A partir daí, diversas portas se podem abrir para escrever sobre temas específicos ou diversificados.

Designer

Portefólio é também o que habitualmente constroem os designers, para poderem mostrar aquilo de que são capazes. Se o promover, se o divulgar, certamente o vão procurar para trabalhos esporádicos. A atividade como freelancer ao nível do design até pode começar por pequenos trabalhos, como a elaboração de um anúncio ou de um simples flyer, mas depressa começar a dar frutos com trabalhos de maior envergadura e, consequentemente, de maior rendimento associado.

Traduções

Fazer traduções é também uma excelente forma de trabalhar como freelancer. Sobretudo porque os trabalhos poderão ser apenas esporádicos, a não ser que trabalhe para uma empresa que venda este tipo de serviços e que lhe dê trabalho regularmente. São já muitos os anúncios na internet a solicitar profissionais, em regime de prestação de serviços, para serviços de tradução pontuais. Seja de um trabalho de escola ou do emprego, de um artigo ou até de um livro.

Fotografia

Ser freelancer na área da fotografia é outra das opções possíveis. Até poderá ter uma outra atividade durante a semana e dedicar-se ao fim de semana, por conta própria, a serviços de fotografia. Por exemplo, para colaborar na reportagem fotográfica de eventos.

Guia turístico

Esta pode ser uma forma de trabalhar como freelancer, seja todo o ano ou na chamada época alta. Coloque a sua paixão pelo país ou pela cidade onde vive ao serviço de quem está de visita. Para ganhar algum dinheiro extra, vista o papel de guia turístico apoiando os grupos que por cá passam.

Se esta é a sua opção para trabalhar, informe-se bem acerca das vantagens e desvantagens de ser freelancer.