3 Anexos do IRS Importantes Para Recibos Verdes

Ao entregar a declaração de IRS, há três anexos importantes que um trabalhador a recibos verdes não pode esquecer. O anexo B ou C, consoante o enquadramento nas finanças, o anexo H e o anexo SS.

Anexo B ou C

Se no exercício económico anterior auferiu apenas rendimentos empresariais e profissionais, confirme primeiro se optou pelo regime simplificado ou pela contabilidade organizada, porque os formulários são distintos.

Um trabalhador independente que tenha optado por abrir atividade no regime simplificado, deverá preencher o anexo B do Modelo 3 de IRS. O mesmo se aplica a um contribuinte que tenha apenas praticado um ato isolado.

Já quem tem contabilidade organizada (regime apenas obrigatório para profissionais com um volume de vendas ou de prestação de serviços superior a 200 mil euros anuais, deverá optar pelo anexo C de IRS.

Anexo H

O anexo H é o anexo destinado a colocar as despesas dedutíveis no IRS pelo que não convém esquecer este anexo. Veja tudo o que pode deduzir no IRS.

Anexo SS obrigatório

Mas há mais um anexo que pode ser comum a estes contribuintes. Desde 2013 que os trabalhadores independentes estão obrigados a preencher o anexo SS juntamente com o Modelo 3 de IRS.

Antes, a informação era enviada à Segurança Social até ao dia 15 de fevereiro de cada ano, no sentido de identificar que entidades estão a contratar estes profissionais independentes e apurar se devem, ou não, pagar as respetivas contribuições.

A obrigatoriedade de preenchimento do anexo SS, em sede de IRS, não se aplica em determinadas situações.

Anexos facultativos

A somar a estes anexos, o trabalhador poderá ter de preencher o anexo A (caso tenha também rendimentos de trabalho dependente), por exemplo.

Em certos casos, o trabalhador independente pode até entregar o IRS como trabalhador dependente.