Se o candidato comete alguns erros na entrevista de emprego, também o recrutador pode cometer os seus. Alguns sinais que o recrutador passa em entrevista de emprego dizem ao candidato que o trabalho em questão e a empresa talvez não sejam o melhor para ele.

Rapidez

Se o candidato é chamado muito rapidamente para entrevista de emprego, para uma vaga pouco clara, ele deve desconfiar da função que vai desempenhar.

Questões discriminatórias

Perguntas sobre a idade, os filhos e o estado civil podem ser discriminatórias num processo de seleção e recrutamento, e mesmo ilegais. Fique atento às perguntas que um recrutador não deve fazer em entrevista de emprego.

Pedir dados pessoais

O candidato pode e deve desconfiar quando lhe são pedidos dados pessoais na primeira entrevista de emprego, como por exemplo o número do cartão de cidadão, o número fiscal e o número da segurança social. Estes dados só se devem passar na altura da assinatura do contrato de trabalho.

Atrasos

Os atrasos por parte do recrutador são tão condenáveis como os do candidato. Eles podem ser um indício de como o empregador trata o seu empregado em geral, sem o ter em grande consideração.

Falar mal

Se o recrutador falar mal dos antigos ou atuais trabalhadores, então a pessoa selecionada para a empresa pode vir a ser a próxima vítima.

Mentir

Os recrutadores podem dissimular a realidade com pequenas mentiras contadas ao candidato. Contudo, este é um sinal de que o profissionalismo e a ética estarão em causa ao longo de todo o tempo de trabalho na empresa.

Promessas chorudas

Quando os recrutadores fazem grandes promessas de salário e de regalias sem grandes esforços, eles podem estar a esconder objetivos como a venda mensal de uma determinada quota de produtos.

Pedir muita coisa

Quando o recrutador pede muito do candidato, para fazer várias tarefas para além do normal no seu cargo dentro das normais 40 horas de trabalho, o candidato deve ficar apreensivo, pois podem estar a querer que ele faça o trabalho de diferentes pessoas dentro da empresa.

Pouco específico

Se o recrutador partilhar poucas informações sobre a vaga ou a empresa ele pode estar a esconder algo do candidato.

Informações contrárias

Se um entrevistador dá informações contrárias a outra pessoa dentro da empresa, como a situação das vendas, por exemplo, onde um diz que elas nunca estiveram melhor e outro diz que estão péssimas, o candidato deve desconfiar.

Mau pagamento

Se o pagamento é baixo para todo o trabalho a fazer, se não é possível negociar o salário, ou se o recrutador é vago a falar sobre a possibilidade de aumentos e de progressão, o candidato encontrou outro sinal de alerta.

Convencimento

Quando o recrutador começa a convencer o candidato de que a oportunidade de trabalho é de se agarrar e a dizer coisas como “isto não é um esquema”, o candidato deve começar logo a pensar noutra entrevista e noutro local de trabalho.