7 Diferenças entre um viciado em trabalho e um trabalhador esforçado

O vício do trabalho é um dos vícios que marcam o século XXI, tal como o vício das redes sociais e do telemóvel. Cada vez mais as pessoas se ligam ao trabalho e se desligam de tudo o resto, num esforço que coloca a sanidade em risco.

Neste contexto, torna-se difícil distinguir entre um trabalhador árduo e um trabalhador viciado em trabalho. Contudo, um estudo da Universidade de Bergen, da Noruega, desenhou sete critérios para identificar um viciado em trabalho. Esta é considerada a primeira escala a usar os principais sintomas de dependência encontrados em outros vícios.

1. Os viciados libertam tempo para trabalhar mais

Um trabalhador esforçado tenta tirar o máximo partido do tempo de trabalho. Um viciado em trabalho procura formas de ter mais tempo para trabalhar ainda mais. Folgar e tirar férias não estão nos seus planos.

2. Os viciados trabalham mais tempo do que o planeado

Por vezes um trabalhador atrasa-se no desempenho do seu trabalho, mas um viciado em trabalho está constantemente a traçar um horário de trabalho e a demorar-se bem mais do que isso.

3. Os viciados trabalham para reduzir sentimentos negativos

Se um trabalhador é esforçado por natureza, um viciado em trabalho tenta compensar sentimentos de culpa, ansiedade, frustração ou mesmo depressão, através do trabalho.

4. Os viciados não ouvem quando lhes dizem para reduzir o trabalho

O vício do trabalho é difícil de esconder, está à vista de todos. Mesmo assim um viciado em trabalho nega o seu vício, mente sobre as horas trabalhadas e ignora os conselhos que recebe.

5. Os viciados ficam stressados quando não podem trabalhar

Um trabalhador árduo tem prazer no merecido descanso. Um viciado em trabalho não descansa mesmo em férias, estando deitado na praia a pensar no trabalho, ansioso por voltar ao local de trabalho.

6. Os viciados privam os hobbies, o lazer e o exercício por causa do trabalho

Enquanto um trabalhador esmerado gosta de cultivar passatempos para se distrair do trabalho, o viciado prioriza sempre o trabalho, não procurando ter tempo livre para cultivar hobbies, que lhe parecem irrelevantes em comparação ao trabalho.

7. Os viciados sofrem problemas de saúde de tanto trabalhar

A saúde do viciado em trabalho está em risco. O alto nível de stress, as poucas horas de sono e distrações acabam por resultar em problemas mentais e físicos.

Caso se tenha revisto em quatro destes sinais de vício em trabalho o seu problema é sério. Veja como deixar de ser um viciado em trabalho.