Existem muitos tipos de trabalhadores, alguns mais fáceis de lidar do que outros. Para melhorar o ambiente de trabalho e a produtividade deve saber como lidar com todos os tipos de trabalhadores, sobretudo com aqueles que podem ser considerados de “tóxicos” à empresa.

1. O perdido

Este tipo de trabalhador é uma ameaça andante capaz de arrancar os cabelos da cabeça de qualquer chefe. Incompetente, irregular, passivo, desorganizado, esquecido, este trabalhador parece que está perdido no meio da empresa, à espera que alguém o chame à caixa de receção.

Como lidar:

  • Dar-lhe formação e acompanhamento pontual
  • Monitorizar pessoalmente o seu trabalho
  • Introduzir planos de melhoria de trabalho

2. O preguiçoso

O colaborador preguiçoso é mais lento do que o animal que lhe dá nome. É necessário ter calma num trabalho stressante, mas este colaborador exagera. Desleixado, com a cabeça na lua, e com uma forte inclinação para passar o trabalho para os outros, este trabalhador deixa passar os prazos e afeta a motivação da equipa.

Como lidar:

  • Fazer-lhe visitas surpresa
  • Fornecer objetivos muito claros
  • Relembrar datas de entrega de trabalhos

3. O anfitrião

O trabalhador anfitrião pensa que a empresa é a sua casa, fazendo questão de socializar com todos e de aproveitar todos os momentos para montar um espetáculo. Ele até pode ser engraçado e bem-intencionado, mas as longas e ruidosas conversações são pouco profissionais, distraindo tudo e todos, podendo mesmo criar dramas.

Como lidar:

  • Definir um tempo específico para pausa e convívio
  • Enaltecer o comportamento desejado dentro da empresa
  • Canalizar as capacidades de comunicação para fins úteis

4. O viciado

Todas as empresas têm um trabalhador mártir que gosta de fazer tudo e mais alguma coisa sozinho, muitas vezes no limite do esgotamento, para ser visto como o melhor. Este trabalhador, que se queixa constantemente do trabalho, pode provocar desequilíbrios no trabalho, para além dos danos que provoca a si mesmo.

Como lidar:

  • Delegar as suas tarefas
  • Inseri-lo em trabalhos de equipa
  • Incrementar o ambiente de trabalho colaborativo em vez de competitivo

5. O incendiário

Alguns colaboradores têm uma queda para a semear o desconforto no seio do grupo. Eles são mestres na intriga. Seja por desrespeito às regras, por irreverência inata, por gostar de boatos, acusações e manipulações, por insatisfação no trabalho, ou por problemas pessoais, a verdade é que este trabalhador consegue destabilizar o trabalho e os nervos de todos.

É um dos colegas de trabalho a evitar.

Como lidar:

  • Ouvir as queixas do trabalhador
  • Registar e condenar qualquer ato negativo
  • Acompanhar o seu trabalho mais de perto

6. O mercenário

Este tipo de colaborador tem um pé dentro da empresa e outro fora. Ele está atento ao que se passa no mercado de trabalho, incluindo à concorrência, podendo mudar de cores da camisola se uma melhor oportunidade surgir. Ele trabalha sozinho e pela calada, podendo deixar um buraco na empresa quando menos se espera.

Como lidar:

  • Dar um feedback constante do seu trabalho e enaltecer a sua importância
  • Preparar um plano de recrutamento ou de substituição interna
  • Falar abertamente sobre a possibilidade de progressão na empresa

Aprenda a identificar também um ambiente de trabalho tóxico.