Terminal de Pagamento Automático: Como Funciona?

O Terminal de Pagamento Automático (TPA) é um sistema de pagamento que visa facilitar as transações comerciais. Um TPA é um dispositivo que aceita cartões bancários portugueses (Multibanco) e estrangeiros (Visa e Mastercard) para pagamentos eletrónicos.

Funcionamento

Um TPA realiza a leitura dos dados do cartão para proceder à operação, possibilitando a digitação do código secreto (ou uma assinatura como autenticação) e a emissão de talões com os dados da transação. No TPA:

  • o titular dá uma ordem de pagamento;
  • o adquirente pede autorização ao emissor do cartão;
  • o emissor de cartão dá autorização;
  • o adquirente paga ao comerciante e cobra-lhe uma comissão;
  • o adquirente é reembolsado pelo emissor do cartão e paga-lhe uma comissão;
  • o emissor do cartão cobra ao titular do cartão a transação.

Vantagens

Os terminais de pagamento automático apresentam como vantagens:

  • mais facilidade nos pagamentos para clientes (não é necessário inserir código pessoal em pagamentos até 20€) e para empresas (os pagamentos são transferidos eletronicamente para a conta da empresa);
  • mais eficiência no recebimento, evitando cheques com assinaturas falsas ou sem provisão;
  • fluidez nas transações com crédito em conta no dia útil seguinte;
  • mais segurança, com menos dinheiro em caixa;
  • mais simplicidade, com menos depósitos bancários realizados e trocos em mão;
  • imagem de modernidade e inovação;

Tipos de TPA

Os TPA podem ser de vários tipos, com destaque para os físicos e os virtuais.

Os físicos são instalados nos postos de venda e podem ser:

  • fixo assistido;
  • fixo não assistido (self-service);
  • Portátil;
  • Móvel.

Os virtuais permitem uma ligação ao posto de venda via internet.

Custos

Para ficar a par do preço dos terminais de pagamento automático deve consultar os preçários das entidades bancárias: