As taxas de IRS aplicáveis ao rendimento de 2021, a declarar em 2022, também conhecidas como escalões de IRS, são 7. As taxas de IRS estão previstas no artigo 68.º do Código do IRS e são as seguintes:

EscalãoRendimento coletávelTaxa normalTaxa média
1.ºaté € 7.11214,5014,50
2.ºmais de € 7.112 a € 10.73223,0017,367
3.ºmais de € 10.732 a € 20.32228,5022,621
4.ºmais de € 20.322 a € 25.07535,0024,967
5.ºmais de € 25.075 a € 36.967​37,00​28,838
6.ºmais de € 36.967 a € 80.88245,0037,613
7.ºsuperior a € 80.88248,00-

Para cada escalão de IRS há uma taxa normal e uma taxa média. Os seus rendimentos não são todos tributados à mesma taxa. Explicamos-lhe a diferença entre taxa normal e taxa média no artigo: Escalões do IRS 2021: rendimento coletável e taxas aplicáveis.

Taxa efetiva e taxa de retenção na fonte

As taxas efetivas de IRS, ou escalões de IRS, são as taxas aplicadas ao rendimento anual de cada contribuinte. Quando preencher o IRS entre abril e junho de cada ano, as taxas exibidas nesta tabela são as que são aplicáveis ao seu escalão de rendimentos.

Taxas de retenção na fonte são as taxas que são mensalmente deduzidas do seu salário ou pensão. Consulte as taxas de retenção na fonte a aplicar aos salários de 2021 (valor que entra nas contas do IRS a pagar ou receber em 2022) e 2022 (que contará para o apuramento do imposto deste ano, a apurar em 2022), no artigo Tabelas de retenção na fonte IRS 2022.

Taxa adicional de solidariedade

Os contribuintes com rendimentos superiores a € 80.000 anuais estão sujeitos ao pagamento de uma taxa adicional de solidariedade no valor de 2,5%, que incide sobre o rendimento coletável entre 80 mil euros e 250 mil euros. Se o contribuinte tiver rendimentos superiores a 250 mil euros, a parte que exceda esse valor é tributada com uma taxa adicional de 5%.

Para saber os prazos relacionados com a entrega do IRS em 2022, referente aos rendimentos de 2021, consulte Entrega do IRS em 2022. Saiba também Como consultar o reembolso ou pagamento do IRS.