Regresso do Abate Automóvel

O regresso o abate automóvel, ou melhor, o incentivo ao abate de viaturas em fim de vida, é uma das medidas contempladas no Orçamento do Estado 2016.

Aplicado entre 2000 e 2010, o abate automóvel acabou por ser suspenso e substituído pelo chamado incentivo ao abate de veículos em fim de vida. A medida foi retomada no âmbito da Reforma da Fiscalidade Verde, e em 2016 sofre alterações.

Incentivo fiscal para carros elétricos

A principal diferença entre o passado e a nova forma de incentivo fiscal ao abate de veículos em fim de vida é o facto de apenas abranger os chamados carros amigos do ambiente. A ideia é retirar da estrada as viaturas com mais de dez anos e premiar quem está apostado em poluir menos. 

O que o Orçamento do Estado 2016 prevê é uma alteração à Lei da Fiscalidade Verde, artigo 25º, da seguinte forma:

  • 2250€, devido pela introdução no consumo de um veículo elétrico novo sem matrícula; (este apoio era de 4500€ em 2015);

  • Redução de ISV até 1125€, devido pela introdução no consumo de um veículo híbrido plug-in novo sem matrícula (em 2015 era de 3250€);

  • 1000€ devido pela introdução no consumo de um veículo quadriciclo pesado elétrico novo sem matrícula (igual a 2015).

Já aqui dissemos que o incentivo faz parte da reforma da Fiscalidade Verde. Conheça outras medidas da Fiscalidade Verde.