Quanto lhe Custa o Carro Por Ano?

Alguma vez pensou quanto lhe custa o carro por ano? É que além do custo com a compra da viatura, todos os dias gasta no seu automóvel. Basta multiplicar pelos 365 dias para descobrir o custo anual.

Nada melhor do que um exemplo para começar a somar as despesas com o carro. E porque os tempos não têm sido amigos de grandes investimentos, partimos de um caso de compra de uma viatura usada.

Custo de um carro usado

Um jovem casal é “forçado” a comprar carro com o nascimento do primeiro filho. Investem numa carrinha de 1996 dois mil euros. Com o que tinham poupado e a ajuda de familiares, pagam a pronto para fugir aos elevados juros associados aos créditos. Mas esta é apenas uma ínfima parte do que vão começar a gastar.

Com uma cilindrada de 1,6 cc, a viatura gasta cerca de 7 litros de gasolina por cada 100 km. Feitas as contas, para a deslocação habitual casa – trabalho – casa, num total de 30 kms diários, gastam cerca de 3,23 euros por dia, se optar pela gasolina sem chumbo 95 do posto mais barato. Num ano, a despesa ascende a cerca de 852,00 euros. E isto se apenas o usar o carro de segunda a sexta-feira, para ir trabalhar.

Custo do seguro e do selo do carro

Agora, é tempo de começar a somar as restantes despesas anuais de que não pode abdicar. Desde logo, o seguro automóvel. Mesmo que faça diversas simulações online e procure o mais barato do mercado, não deverá gastar menos de 16,00 euros por mês. Por ano, são 192,00 euros.

O seu carro também não pode escapar aos impostos, devendo somar por esta viatura cerca de 60,00, por ano, de Imposto Único de Circulação. E reserve mais 30,00 para a não menos obrigatória inspeção da viatura. Também anual.

Manutenção da viatura

O preço da viatura já lhe ascende a 3134,00 euros. Mas porque tudo o que se usa se desgasta, convém estar preparado para as despesas de manutenção. Ainda que opte pelas revisões anuais fora da marca, contabilize pelo menos as mudanças de óleo. Se fizer duas por ano, num amigo ou oficina mais barata, serão mais cerca de 120,00 euros a somar às despesas.

Imagine, agora, que ainda terá que trocar os pneus ou reparar alguma avaria que lhe surja a qualquer momento. São mais uns euros a sair da carteira. Já para não falar dos que, sem sair, está a perder diariamente com a desvalorização da viatura.

Por isso, se ainda não tem carro e estava a pensar comprar, faça estas contas primeiro. Sobretudo se tem como alternativa os transportes públicos. Compare e lembre-se que este até é dos exemplos mais em conta. Se comprar um carro novo ou a crédito, a despesa mensal é bem mais alta. E com maior impacto no orçamento anual.

Saiba como: