O pagamento do subsídio de natal em 2016 será pago em duodécimos a todos os funcionários públicos reformados e pensionistas.

Assim, o valor do subsídio é dividido por 12 meses e pago mensalmente junto com o ordenado dos trabalhadores ou pensionistas.

Pagamento do subsídio no setor privado

Já os trabalhadores do setor privado podem escolher uma das seguintes opções para receber o subsídio de natal e de férias:

  1. Receber os dois subsídios na totalidade nas datas habituais.
  2. Receber metade do subsídio de natal e metade do subsídio de férias em duodécimos e o restante valor dos subsídios nas datas habituais.

No sector privado, este regime de escolha será mantido no ano de 2017.

Pagamento do subsídio no setor público

Ainda em 2016 se mantém o pagamento do subsídio de Natal em duodécimos para os trabalhadores públicos. Este subsídio deixou de ser pago integralmente aos funcionários públicos em 2012, sendo pago em duodécimos (distribuído em 12 meses) desde 2013.

Esta medida foi imposta para reduzir o impacto do aumento de impostos, nomeadamente a sobretaxa extraordinária de IRS e a redução dos escalões de IRS.

Só em 2018 o subsídio de Natal deverá ser pago por inteiro aos funcionários públicos.

Faça o cálculo do seu subsídio de Natal.