Por: João Paulo Moura

Os Piores Empregos para se Trabalhar no Futuro

Os piores trabalhos para se ter no futuro são os que correm risco de extinção, os que pagam pouco, os perigosos e os que podem facilmente substituir as pessoas por máquinas na sua execução. Num exercício de futurologia, eis algumas das possíveis piores profissões para o futuro.

Agente de viagens

São cada vez mais as pessoas que marcam as próprias viagens e férias. Um dia o agente de viagens pode não ser mais necessário.

Caixa de supermercado

As caixas self-service já existem há anos. Os consumidores podem até usar um scanner enquanto fazem compras e fazer simplesmente check out no final das compras.

Caixa de autoestrada

Quando costuma parar à noite na portagem da autoestrada possivelmente já não tem uma pessoa para o receber. No futuro talvez nem de dia. 

Condutor de transportes públicos

Os carros sem condutor já não são nenhuma novidade. É uma questão de tempo até existirem autocarros guiados por computador, por exemplo, o que retira o erro humano das causas de acidentes rodoviários.

Contabilista

Com a proliferação de software de contabilidade, as pessoas começam a fazer as próprias contas e a recorrer menos a contabilistas.

Analista de crédito

Da mesma forma, as análises dos riscos de crédito podem ser feitas por programas em vez de pessoas.

Colocador de telhas e azulejos

No futuro não terá provavelmente pessoas a consertar o seu telhado ou chão. Algumas tarefas poderão ser feitas muito rapidamente por máquinas.  

Assistente virtual

Certamente já foi atendido por uma voz gravada quando precisava de alguma ajuda técnica.

Telemarketing

Pode também começar a receber chamadas robot a quererem vender-lhe um produto, em vez de ser uma pessoa a ligar.

Costureira

São várias as profissões em vias de extinção. A costureira pode ser substituída pelo robot, sem perigo de cortes.

Estafeta

Como serão as entregas no futuro? Provavelmente precisarão de menos mãos humanas.

Carpinteiro

O nível de detalhe de corte das máquinas pode deixar no futuro carpinteiros no desemprego.

Vendedor porta à porta

Este já é um dos piores empregos para se trabalhar no presente.

Jornalista

Com a queda da venda de jornais e revistas, a imprensa é um meio muito movediço para se pisar.

Lenhador

Esta é outra profissão perigosa, já apontada atualmente como uma das piores para se trabalhar.

Em vez das piores profissões do futuro, conheça as melhores profissões para o futuro e as profissões que deverão resistir à tecnologia.