Tanto pode seguir a maioria, ao optar pelos investimentos mais comuns, como pode selecionar investimentos menos populares, seguindo o seu próprio caminho de investimento. No que toca à primeira opção, os tipos de investimentos mais comuns, estas são as formas como as pessoas preferem investir o seu dinheiro.

Ações

Comprar ações ajuda a aumentar o capital da pessoa pelo que se torna um investimento mais frequente. Quer por sua própria investigação, quer com ajuda de profissionais financeiros, apostar no mercado da bolsa traz lucros para o investidor, apesar do risco inerente.

Depósitos a prazo

Os melhores depósitos a prazo no mercado garantem taxas de juros de 3,75%. Este é já um investimento seguro, sem riscos para o investidor (em depósito até 100.000 euros), podendo este negociar a taxa com o banco, caso tenha montantes avultados para investir.

Seguros de capitalização

Como as taxas de juro dos depósitos a prazo já tiveram melhores dias, as pessoas apostam também em investir em seguros de capitalização, como aforros familiares. Depois de um ano, estes produtos não têm comissão de resgate, caso o cliente não fique satisfeito com os juros e deseje retirar o seu dinheiro.

Bens

As pessoas costumam investir o seu dinheiro em bens, sejam eles móveis ou imóveis. Investimentos estes que podem depois ser rentabilizados, como no caso dos imóveis, com o arrendamento ou venda.

Plano Poupança Reforma

Para planear a reforma as pessoas optam também por investir em planos de poupança reforma. Este tipo de produto financeiro traz vantagens como o reforço da reforma, cada vez mais incerta com o passar dos anos.