Já parou por um pouco para pensar no que vai fazer quando chegar à reforma? Para alguns o primeiro dia de reforma é uma miragem, mas para muitos, que só estão bem a trabalhar, a aproximação deste primeiro dia do resto da vida é já uma nuvem negra a pairar sobre a cabeça. Se os primeiros dias de reforma estão aí a chegar pode tomar estas sugestões em consideração.

Relaxar

Em primeiro lugar sugerimos que quando chegar a este primeiro dia da reforma não faça nada. Simplesmente relaxe. Nas últimas décadas andou sempre com o pé no acelerador, no trabalho, em casa, com a família, etc. Agora é altura de abrandar e respirar por um pouco.

Passatempos

Recupere hobbies antigos que foi colocando de lado. A paixão pode renascer, e com isso sentir-se feliz. Quando era jovem não tinha tempo para nada, agora tem tempo para tudo. Aproveite.

Investir

As suas poupanças ao longo dos anos todos podem-lhe ser agora bastante rentáveis. Se tiver reunido um bom capital pode tentar gerar rendimento passivo, através da compra e do arrendamento de imóveis, por exemplo.

Cuidar de si

O pior de chegar a velho pode ser lembrar-se de quando era novo. O corpo já não permite as aventuras de antigamente mas é importante cuidar dele. Faça algum exercício físico para preservar a saúde e preste uma especial atenção à sua alimentação. Faça exames médicos só para se certificar que está tudo bem consigo.

Cuidar da casa

A família perfeita merece um lar perfeito. Está na hora de fazer da casa um palácio. Você tem tempo, experiência e astúcia. Arranje as paredes ou as torneiras da casa, melhore o telhado e o jardim, coloque corrimões nas escadas para segurança dos netos ou umas balizas na relva para eles jogarem futebol.

Viajar

Se pelo contrário quiser mas é sair de casa, então viajar e conhecer o mundo é uma outra opção para os seus dias de reforma. Faça uma lista dos locais que ainda quer conhecer e visite-os sucessivamente, riscando nome atrás de nome da lista.

Retomar o contacto

A vida do trabalho pode colocar a vida familiar e as amizades de parte. Agora que tem tempo pode e deve retomar o contacto com os familiares e amigos mais queridos que de alguma forma foi negligenciando ao longo dos tempos.

Faça também as pazes com antigos familiares e amigos. Guardar rancor não lhe traz benefícios nenhuns, só possíveis problemas de saúde física e mental.

Trabalhar

Se mesmo assim ainda se sente como um peixe fora de água, procure fazer alguns trabalhos caseiros ligeiros ou voluntariar-se no seio da sua comunidade. Todas as mãos são úteis para a sociedade, sobretudo as mais calejadas. Com os seus conhecimentos pode até começar uma empresa e dar emprego a outras pessoas.