Ative as notificações para receber todas as novidades sobre Impostos, Finanças e Poupança.
Por: João Paulo Moura

Moedas virtuais: o que são e como funcionam?

Moedas virtuais. Já ouviu falar? Certamente que já lhe passou pelos ouvidos ou pelos olhos o nome Bitcoin. Esta foi a primeira moeda virtual a surgir, no ano de 2009, mas desde então já surgiram mais de duas centenas de moedas virtuais.

O que são moedas virtuais?

Segundo o Banco Central Europeu, as moedas virtuais são uma forma não regulamentada de dinheiro virtual, comummente distribuído e controlado por seus desenvolvedores. Este dinheiro é usado e aceite entre membros de uma comunidade virtual específica.

Na prática, as moedas virtuais são uma nova forma de realizar transações, de forma virtual. Elas não são consideradas oficialmente como dinheiro, nem são controladas por bancos ou governos. Assim, elas não sofrem inflação, nem desvalorização.

Porém, elas possuem cotações tal como o dinheiro tradicional e podem ser trocadas por este.  Em certos locais já é possível depositar dinheiro real em caixas automáticas e obter criptomoedas e vice-versa.

As moedas virtuais poderão ser o dinheiro do futuro, com as transações a decorrem virtualmente, sem necessidade de dinheiro de mão ou de cartões de crédito.

Como funciona uma moeda virtual?

As diversas moedas virtuais possuem processos específicos e complexos de funcionamento. Em geral, uma moeda virtual permite transferir dinheiro sem intermediários, através da utilização de uma tecnologia denominada “blockchain” que regista as transações publicamente e impede que se utilize a mesma moeda.

Assim, uma moeda virtual permite transações rápidas e a menores custos. As operações com estas moedas podem ser realizadas a qualquer altura e sem o risco de falsificação.

Contrariamente ao dinheiro tradicional, com a moeda virtual apenas se produz uma quantidade de unidades definidas previamente, a uma velocidade restringida pelo valor pré-estipulado.

Exemplos de moedas virtuais existentes

Existem muitas moedas virtuais no mercado, umas mais valorizadas e populares do que outras, sendo consideradas como as melhores moedas virtuais.

São exemplos de moedas virtuais conceituadas: