As maiores potências mundiais destacam-se pela sua força económica, política e militar. Em abril de 2021, o FMI divulgou os dados referentes à riqueza de cada país e o ranking das maiores economias mundiais, com base no PIB de 2020.

O ano de 2020 foi um ano atípico, em que algumas economias interromperam a sua trajetória ascendente ou moderaram o seu ritmo de crescimento, devido à pandemia por Covid-19. A resiliência a este forte impacto mediu-se sobretudo pela capacidade de resposta dos Estados, pelos regimes políticos e padrões socio-culturais das populações.

Estas são as nações mais ricas do mundo, com base no PIB a preços correntes (PIB nominal) de 2020:

1. Estados Unidos da América

A maior economia do mundo concentra 1/4 da riqueza mundial, com  um PIB de 20,9 biliões de dólares (21,4 em 2019).

Líderes económicos e políticos, os EUA continuam a ser um dos maiores fabricantes mundiais, com uma economia assente na abundância de recursos naturais e uma forte aposta na iniciativa privada. Os seus gastos militares representam perto de 40% dos gastos totais mundiais militares.

2. República Popular da China

A China é o maior país da Ásia Oriental, com quase um quinto da população mundial. Sobretudo desde a década de 80 do século XX, a China tornou-se numa das economias de mais rápido crescimento no mundo, sendo o maior exportador  mundial.

Tem vindo a apostar no desenvolvimento tecnológico, na construção de infraestruturas e na modernização do país. É reconhecida como uma potência nuclear, além de possuir o maior exército do mundo em número de soldados e o segundo maior orçamento de defesa.

A China conseguiu crescer em 2020, ainda que a uma taxa de crescimento menor do que até aí. O seu PIB atingiu os 14,7 biliões de dólares, cerca de 70% do PIB dos Estados Unidos, face a 14,3 biliões em 2019.

3. Japão

Com 5 biliões de dólares, o Japão constitui a terceira maior economia do mundo, embora muito distante dos valores apresentados pelos Estados Unidos e República Popular da China.

Este arquipélago, com quase 7 mil ilhas, é conhecido por uma população extremamente rigorosa e educada, um elevado padrão de vida e forte desenvolvimento industrial e tecnológico. O Japão, uma monarquia com um imperador constitucional e um parlamento eleito, é o único país asiático membro do G-7, fazendo igualmente parte do G-20. Em 2019, o PIB japonês foi de 5,1 biliões de dólares.

4. Alemanha

Quarto a nível mundial, a Alemanha é o país mais rico da Europa. Em conjunto com a França, a Alemanha assume um papel de liderança na União Europeia e mantém uma série de parcerias a nível global. O país também é líder científico e tecnológico em vários domínios. O PIB gerado na Alemanha em 2020 foi de 3,8 biliões de dólares (3,9 biliões em 2019).

5. Reino Unido

A segunda maior economia europeia é o Reino Unido, com um PIB de 2,7 biliões de dólares (2,8 biliões em 2019). Com os seus quatro países (Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales), o Reino Unido continua a ser uma potência mundial importante ao nível económico, cultural, militar e político. Londres possui uma das mais importantes praças financeiras do mundo. O Reino Unido abandonou formalmente a UE em 31 de dezembro de 2020.

6. Índia

A Índia é o segundo país mais populoso do mundo. Desde a década de 90 do século XX, a Índia tornou-se uma economia de rápido crescimento. No entanto, ao nível do desenvolvimento humano, está longe dos melhores patamares mundiais, debatendo-se com elevados níveis de pobreza, analfabetismo, doenças e desnutrição. 

O PIB da Índia, praticamente ex-aequo com o Reino Unido, é de 2,7 biliões de dólares (2,709 biliões vs 2,711 biliões do Reino Unido). Em 2019 encontrava-se no 5.º lugar, ligeiramente acima do Reino Unido. O PIB per capita da Índia é cerca de 20% do da China, 5% do do Japão ou do Reino Unido. E corresponde a 1,6% do PIB per capita do Luxemburgo. O Luxemburgo tem 637 mil pessoas e a Índia tem 1,4 biliões de pessoas.

7. França

A nível europeu, atrás do Reino Unido, segue-se a França, com um PIB de 2,6 biliões de dólares. Com a saída do Reino Unido da UE, este país passará a figurar, mantendo-se a evolução, em segundo lugar no ranking de países da UE.

O país tem uma pesada influência política no continente europeu, apresentado um número significativo de grandes multinacionais a operar no país. Em 2019, a riqueza gerada em França, medida pelo PIB, foi de 2,7 biliões de dólares.

8. Itália

A Itália já não apresenta uma economia tão forte como no passado, mas ainda consegue ser a quarta melhor economia da Europa e a oitava do mundo. Com um PIB de 1,9 biliões de dólares, o país figurará atualmente na 3.ª posição entre os países da UE com maior riqueza gerada (com a saída do Reino Unido). Em 2019, o PIB italiano ascendeu a 2 biliões de dólares.

9. Canadá

O Canadá é a nona maior economia mundial e o segundo maior país em termos de área ocupada. É considerado um dos países mais desenvolvidos do mundo e um dos países com as melhores condições de trabalho e de vida. Em 2020, o PIB canadiano foi de 1,6 biliões de dólares. Em 2019, este 9.º lugar era ocupado pelo Brasil com um PIB de 1,88 biliões de dólares (o Canadá estava em 10.º lugar com 1,74 biliões).

10. República da Coreia

Quase a par do Canadá, surge-nos a República da Coreia, mais conhecida por Coreia do Sul (ou simplesmente Coreia), com uma riqueza gerada em 2020 de 1,6 biliões de dólares (1,631 biliões vs 1,643 biliões do Canadá). A Coreia não surgia no ranking dos 10 maiores em 2019. Ocupava a 12.º posição, com um PIB de 1,646 biliões de dólares.

Trilião nos EUA é bilião em Portugal

O estudo do FMI apresenta o PIB em triliões de dólares. O que os americanos chamam de trilião, em Portugal e no resto da Europa, é designado por bilião, isto é, 1 000 000 000 000 (12 zeros, um milhão de milhões). Da mesma forma, um número com 9 zeros em Portugal (1 000 000 000) são mil milhões, enquanto nos EUA é um bilião. Os números são os mesmos, qualquer que seja a escala, apenas os nomes são distintos.

Os dados apresentados referem-se, assim, a biliões na escala portuguesa/europeia, isto é, milhões de milhões (triliões na escala anglo-saxónica).

Consulte também PIB: como calcular? e PIB e PIB per capita da maiores economias mundiais.