As diferenças entre leasing e renting prendem-se, sobretudo, com o tipo de cliente, as suas necessidades e com o objetivo final do aluguer.

Seja entre particulares ou empresas, o leasing e o renting assumem-se como alternativas viáveis para quem pretende adquirir um bem, sem que para isso tenha de recorrer a um crédito.

Fique de seguida com uma imagem comparativa entre leasing e renting.

O que é o Leasing?

O leasing trata-se de uma modalidade de aluguer de longa duração, através da celebração de um contrato com uma locadora, que será a proprietária do bem, durante todo o período do contrato. Todos os meses, o cliente estará sujeito a uma renda fixa, sendo que, após o final do contrato, o cliente poderá optar pela aquisição efetiva do bem, que passará a estar em seu nome.

O que é o Renting?

Na modalidade de renting, o cliente pagará mensalmente não só pelo uso do bem, como pelos serviços de manutenção e outros possíveis extras. Desta forma, todas as questões relacionadas com a gestão do bem estarão delegadas na empresa locadora, sem que o cliente tenha outros encargos. No final do contrato, que pode ir até 5 anos, o cliente tem a possibilidade de adquirir o bem, mediante o pagamento do valor residual.

Leasing vs. Renting

No leasing, será a locadora, banco ou financeira a comprar o bem. No caso de se tratar, por exemplo, de um automóvel, o cliente irá pagar uma renda até ao final do contrato, sendo que, só após o final desse período, o bem ficará no nome do cliente. Ainda que os juros sejam mais baixos que num crédito convencional, é necessário que o cliente tenha um seguro contra todos os riscos durante o financiamento.

No renting, os contratos são feitos por quilometragens e períodos limitados, sendo que o cliente paga uma renda mensal pelo uso do automóvel, que pertence à empresa de renting. Na maioria dos casos, este serviço assegura custos de manutenção, pacote de seguros, gestão de impostos, ou mesmo assistência em viagem.

Diferença entre leasing e renting

Assim, pode dizer-se que o objetivo do leasing passa por comprar um determinado bem, enquanto no caso do renting, a ideia subjacente passa por poder utilizar um bem, durante um determinado período de tempo. De uma forma geral, o leasing é mais procurado por particulares, enquanto o renting se revela numa boa opção para muitas empresas.

Como escolher?

Antes de decidir entre leasing e renting, é importante informar-se sobre as diferentes ofertas presentes no mercado, especialmente no que respeita ao financiamento. Para perceber qual o modelo mais vantajoso, deverá ter em conta o preço de aquisição do bem, bem como os custos que a contratação do serviço irá acarretar para si ou para a sua empresa.

Para escolher pode experimentar um simulador de renting e um simulador de leasing. Fazer uma simulação é indispensável para escolher a melhor opção.