IVA Suportado na Declaração de IRS

É automática a inserção do IVA suportado pelos contribuintes na declaração de IRS. Desde que peça o NIF nas faturas, o sujeito passivo não tem que se preocupar com o preenchimento destes dados na declaração.

A dedução de IVA no IRS, de 15%, é possível em gastos com a manutenção e reparação de automóveis e motociclos, a restauração, alojamento, cabeleireiros e institutos de beleza.

IVA suportado preenchido automaticamente

Ao contrário das restantes despesas dedutíveis em IRS – como as de saúde ou de educação, por exemplo - não tem que preencher em lado algum do Modelo 3 de IRS o IVA suportado pela aquisição de serviços de restauração, cabeleireiros e estética ou manutenção de veículos e motociclos. Desde que a fatura seja emitida com o seu Número de Identificação Fiscal (NIF), ela entra no sistema e-Fatura da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) e o benefício é calculado automaticamente na altura de entregar o IRS.

Para saber qual o benefício fiscal que lhe foi atribuído, tem duas opções: ou aguarda pelo envio da nota de liquidação do IRS ou consulta o portal e-Fatura. Mas o ideal é ir acedendo ao site para verificar se as faturas que pediu estão no sistema. Caso contrário, pode inseri-las.

Consignação do IVA suportado

À semelhança do que já podia fazer com a consignação de 0,5% do seu imposto, o contribuinte pode atribuir à mesma instituição de solidariedade ou igreja o IVA suportado nessas despesas. Nesse sentido, deve assinalar a quadrícula do IVA no Quadro 11 da folha de rosto do Modelo 3.

Veja quem pode ajudar e de que forma ao consignar o imposto.