6 Formas de sabotar a própria carreira (e como deixar de o fazer)

A primeira coisa a impedir uma pessoa de subir na carreira é ela própria. Seja por medo da rejeição, por conformismo ou por mera preguiça, muitos profissionais bloqueiam o próprio progresso na carreira.

Pois bem, chegou a hora de inverter a situação. Repita para si mesmo: “não vou mais sabotar a minha carreira”. Eis os erros a evitar.

1. Fazer as coisas sempre da mesma forma

Quem faz as coisas sempre da mesma forma obtém sempre os mesmos resultados. Para progredir tem de inovar. Caso contrário corre o risco de estagnar e de ser ultrapassado por alguém mais competente ou mais determinado.

O que fazer: tente inovar no trabalho e apostar em formas de investir em si mesmo.

2. Deixar as coisas para amanhã

Esperar pelo momento certo para fazer algo, como uma candidatura, tem um grave problema: o momento certo pode nunca chegar. Enquanto isso, o trabalhador se vai arrastando na sua situação.

O que fazer: delinear um plano de ação, estabelecendo prazos para fazer uma ou mais candidaturas.

3. Ter vergonha de negociar

Já ouviu dizer que uma pessoa tem o que pede e não o que merece no trabalho? Caso não peça um aumento quando acha que o merece, ninguém o vai fazer por si. Pedir um aumento no trabalho é metade coragem e metade justificação.

O que fazer: escrever as razões para receber um aumento e comprovar cada razão com dados concretos numa reunião com a chefia.

4. Assumir que não se serve para o lugar

Os recrutadores constroem anúncios de emprego muito exigentes, mas sabem que não vão encontrar o tal “unicórnio” listado no anúncio. O “cavalo branco” mais próximo desse “unicórnio” ficará com o lugar.

Se em 10 requisitos você possuir 6, então não hesite em se candidatar a uma oportunidade de emprego que gostou. O pior que pode acontecer é não ter uma resposta ou receber uma resposta negativa.

O que fazer: trabalhar uma candidatura destacando as qualidades e experiências relevantes para o cargo.

5. Não contactar as pessoas pessoalmente

As caixas de correio eletrónico dos recrutadores são inundadas de candidaturas. Depois de fazer uma candidatura não tenha receio em contactar um recrutador.

Apresente-se pessoalmente a pessoas com quem gostava de trabalhar. Poderá nunca as conhecer se não tomar a iniciativa. Tente fazer amigos antes de precisar deles.

O que fazer: participar em feiras de empresas, entre outras formas de criar e manter uma rede de contactos.

6. Ignorar o LinkedIn

O LinkedIn pode ser a forma de encontrar o seu próximo emprego. Ele foi criado para permitir o contacto entre profissionais e para promover o trabalho de uma empresa ou de uma pessoa.

Tanto pode encontrar vagas interessantes de emprego neste site como pode ser encontrado pelos recrutadores.

O que fazer: melhorar o perfil do LinkedIn e a presença nesta rede social profissional.