Escalões de rendimentos de referência do agregado familiar

Os escalões de rendimentos de referência do agregado familiar são quatro. A estes quatro escalões de rendimento correspondem quatro escalões de abono familiar.

Os quatro escalões de rendimentos existentes

Escalões de rendimentosRendimento no ano de referência

até 2.949,24€
de 2.949,24 a 5.898,48€

de 5.898,48 a 8.847,72€
maiores do que 8.847,72€

Estes escalões têm direito a receber abono de família. O 4º escalão volta a ter direito a receber abono em 2017.

Saiba mais sobre o 4º escalão de rendimentos.

Como calcular o rendimento de referência

O rendimento de referência calcula-se da seguinte forma: soma-se o total de rendimentos de cada membro do agregado familiar e divide-se pelo número de crianças e jovens com direito ao abono de família no agregado, acrescido de um. Se for um jovem com direito à prestação, por exemplo, divide-se por dois.

Para chegar ao rendimento total do agregado familiar a Segurança Social considera os rendimentos de trabalho dependente (incluindo subsídios) e independente, de capitais, prediais, pensões (incluindo as pensões de alimentos), prestações sociais e subsídios de renda de casa ou outros apoios públicos à habitação.

Como pedir a reavaliação de escalão de rendimentos

Pode-se pedir a reavaliação do escalão de rendimentos com a entrega de formulário na Segurança Social, quando se verifique mudanças nos rendimentos ou na composição do agregado familiar.

Veja como pedir a reavaliação de escalão de abono familiar.