Sabia que 65% dos trabalhadores preferem um novo patrão a um aumento salarial? E que os maus patrões custam 360 mil milhões de dólares por ano em perda de produtividade nos Estados Unidos? São dados que chamam a atenção para a importância de uma boa gestão por parte dos chefes.

Todos os chefes cometem erros, incluindo em gerir pessoas. Alguns erros cometem-se uma vez, podendo-se aprender com eles. Outros repetem-se, sem uma pessoa se aperceber, sendo os erros mais prejudiciais a uma empresa. Entre os erros mais criticados pelos trabalhadores na internet encontram-se os seguintes.

1. Dar instruções incompletas

Dar instruções gerais, mesmo com boas intenções (para incentivar a criatividade nos colaboradores), pode resultar para alguns trabalhadores, mas para outros não.

Comunique os objetivos e as expectativas e verifique o trabalho dos colaboradores numa fase inicial, dando resposta às suas questões.

2. Dar instruções contraditórias

Por vezes misturam-se instruções, tarefas, prioridades e expectativas. Uma informação adicional pode ser contraditória com o que se disse inicialmente a um colaborador.

Passe direções claras sobre os objetivos a atingir e os prazos, dê lugar à colocação de dúvidas e conceda apoio na prossecução dos objetivos.

3. Não comunicar

Dar uma boa dose de informação permite aos colaboradores fazerem o seu trabalho rapidamente e corretamente.

Partilhe o máximo de informação que puder, de forma clara, para que o colaborador possa desempenhar devidamente o seu trabalho.

4. Não ouvir

Um bom comunicador é aquele que sabe passar uma mensagem, mas também a receber. Grande parte dos chefes limita-se a dar ordens e não a ouvir as queixas e sugestões dos seus trabalhadores.

Aprenda com o exemplo dos grandes ouvintes.

5. Não dar e não receber feedback

Os colaboradores trabalham todos os dias nas trincheiras e têm contacto direto com os clientes e os processos. Dar e receber feedback impede que os colaboradores trabalhem às escuras e permite obter informações importantes para melhorar o trabalho e os processos.

Veja como dar feedback negativo ao colaborador.

6. Não valorizar os colaboradores

O motivo número 1 para os colaboradores se demitirem é não se sentirem acarinhados pela chefia. Partilhar a liderança, delegando poderes e tarefas aos colaboradores, demonstra-se benéfico para o trabalhador que se sente mais confiante e para o chefe, que fica com menos trabalho em mãos.

Confira como delegar tarefas de forma eficaz.

7. Tratar os trabalhadores de forma diferente

Outro erro que os trabalhadores identificam nos seus chefes é eles mostrarem preferências entre trabalhadores. Não tratar os colaboradores da mesma forma mina o trabalho em equipa, a produtividade e as chances gerais de sucesso.

Envolva-se com toda a equipa por igual, para mostrar que é um bom líder.