Estas dicas prometem equilibrar as suas finanças pessoais e acabar com as dívidas acumuladas. Se não sabe como acabar com as dívidas e equilibrar as suas contas, estas dicas podem-lhe ser essenciais.

1. Confira o estado das suas contas e o seu “cadastro”

O primeiro passo para alterar a situação económica atual é descobrir o verdadeiro estado das finanças. Consulte o saldo das contas e verifique se existem dívidas bancárias ou fiscais. Consulte sem sair de casa:

2. Tente sanar a dívida junto do credor

Se existem situações pendentes a manchar o seu nome, deve saná-las o quanto antes. Procure os respetivos credores e faça os pagamentos devidos pessoalmente, por prioridades.

Avalie as 6 formas de pagar as dívidas.

3. Faça planos de pagamento realistas

Sabia que mais de metade das pessoas que renegoceiam as suas dívidas voltam a entrar em incumprimento antes de um ano passar?

Os pagamentos a fazer devem ser planeados consoante os fundos existentes e esperados para o futuro próximo.

Antes de renegociar a dívida faça um orçamento com todos os ganhos e com todas as perdas para descobrir o quanto poupar e pagar todos os meses.

A taxa de esforço recomendada ronda os 30%.

4. Obtenha um rendimento extra

Se a poupança a fazer não for suficiente, então está na hora de arranjar formas de ganhar um rendimento extra, seja à semana ou ao fim de semana.

5. Estabeleça alguns cortes

Uma alternativa a trabalhar para ganhar dinheiro extra é cortar nas despesas existentes. Existem sempre algumas despesas onde se pode cortar, como as assinaturas.

No Economias já referimos como eliminar as dívidas sem eliminar a qualidade de vida.

6. Cultive a poupança

Estabeleça um fundo de emergência, se não possuir já um, para uma eventual necessidade no futuro. Reserve automaticamente uma percentagem mensal como 10% para este fundo.

Se criar hábitos de poupança vai conseguir manter a disciplina financeira e evitar tropeçar em mais despesas e dívidas.