Economia social em Portugal: 7 empresas portuguesas

As empresas de economia social são entidades que no desenvolvimento da sua atividade têm como objetivo principal a satisfação de objetivos sociais, ao invés da maximização do seu lucro. 

A Economia Social é constituída por cooperativas, associações mutualistas, misericórdias, fundações, IPSS, associações com fins lucrativos de âmbito cultural, recreativo, desportivo e de desenvolvimento local, cooperativas e organizações voluntárias (art. 4.º da Lei de Bases da Economia Social).

Empresas de Economia Social em Portugal

São já muitas as empresas sociais criadas em Portugal, com potencial ou impacto global. Conheça algumas delas.

eSolidar

A eSolidar descreve-se como uma empresa que reúne quem precisa de ajuda e quem quer ajudar. É uma plataforma de angariação de fundos para causas sociais, que funciona como uma loja solidária online, onde os utilizadores podem participar em leilões de artigos únicos, comprar e vender, sabendo que parte ou a totalidade da receita é entregue a organizações sem fins lucrativos. 

Speak

Speak é um programa linguístico e cultural criado para aproximar pessoas que promove a igualdade, a aceitação e o multilinguismo. Através da aprendizagem de línguas, facilita os processos de integração de migrantes, tais como, refugiados, exilados, estudantes ou trabalhadores estrangeiros.

ColorADD

ColorADD tem como missão a integração das pessoas que têm dificuldades na interpretação de cores. Desenvolveram um código universal que se baseia em 5 símbolos gráficos que representam as cores primárias. A conjugação desses símbolos permite reproduzir as demais cores. O código tem inúmeras aplicações, desde a identificação das cores dos lápis e roupas, às cores das linhas de transportes públicos, semáforos e ecopontos.

Re-food

A Re-food foi criada para combater o desperdício e a fome. A atividade da Re-food é aparentemente simples, mas envolve muitos voluntários: os excessos alimentares gerados pelo setor da restauração são levados por voluntários a entidades que deles necessitem. 

Dr. Gummy

A Dr. Gummy tem como objetivo fornecer gomas saudáveis às famílias e crianças, para combater a obesidade infantil e doenças ligadas à ingestão excessiva de açúcar. As gomas são feitas com ingredientes e aromatizantes naturais, não têm glúten, lactose, sal ou açúcar.

Patient Innovation

Patient Innovation é uma plataforma e rede social internacional que interliga pacientes e cuidadores. Favorece a partilha de soluções úteis, para lidar com doenças ou condições de saúde. Na plataforma pode pesquisar ou partilhar informação sobre doenças, sintomas, tratamentos, terapias, atividades, dispositivos médicos e muito mais.

Academia de Código

A Academia de Código propõe-se a combater o desemprego, dedicando a sua atividade à formação na área das tecnologias de informação. Prometem integração no mercado de trabalho através de um programa de formação de 14 semanas em código informático. 

Veja, também, os artigos IPSS - o que são e para que servem as Instituições Particulares de Solidariedade Social e Cooperativa: o que precisa saber.

Entidades que apoiam a Economia Social em Portugal

O Conselho Nacional para a Economia Social avalia e acompanha as estratégias e as propostas políticas em questões ligadas à dinamização e ao crescimento da economia social.

O Observatório da Economia Social Portuguesa dedica-se à investigação no setor da economia social, com vista a aumentar a visibilidade e o impacto das organizações. 

A MAZE, antigo Laboratório de Investimento Social, é uma entidade que presta apoio a empresas sociais, capta investidores e intervém junto do Estado.

A CASES desenvolve atividades de dinamização da Economia Social. No seu site disponibiliza informação sobre como constituir empresas de economia social.

Portugal Economia Social é um evento de promoção do sector da Economia Social Portuguesa. Nesta feira anual é possível conhecer empresas e projetos na área da Economia Social, debater ideias e ter contacto com investidores.

Conheça outras organizações que apoiam a economia social no artigo Sabe o que é empreendedorismo social?