Documentos para Compra e Venda de Carros Usados

Verifique se tem estes documentos consigo quando vai fazer a compra ou venda de um carro usado. O ideal é o comprador e o vendedor tratarem juntos da concretização do negócio no IMTT/Loja do Cidadão.

Documento Único Automóvel (DUA)

Não pode vender um carro sem entregar a respetiva cédula de identificação desse carro. O comprador precisa de ficar com o DUA carimbado pelo IMTT, e com um papel de guia que comprova que esse carro está agora em seu nome. Este documento tem a validade de um mês, recebendo o comprador o DUA em casa, por correio, em cerca de 15 dias.

Saiba mais sobre o documento único automóvel.

Cartão de Cidadão

Para identificação dos intervenientes na compra e venda do automóvel usado são necessários dados que constam no cartão de cidadão (CC), como o número e a data de emissão (ou validade de CC/BI).

Quando a alteração de propriedade não é feita na hora, na presença de ambos, o novo comprador pode necessitar de apresentar a fotocópia do cartão de cidadão do vendedor.

Também é requerido o NIF para preenchimento da ficha de alteração de proprietário.

Declaração de venda automóvel

A declaração de venda automóvel identifica os sujeitos intervenientes na compra e venda do veículo. O seu preenchimento é simples e rápido, quando os documentos enunciados estão reunidos.

Leia tudo sobre a declaração de venda automóvel.

Caso o comprador não faça a mudança de registo é possível fazer a alteração em seu nome. Veja como mudar o registo de propriedade automóvel.

Seguro automóvel

Se vai comprar carro e trocar o carro que tem, pode transferir o seu seguro do carro antigo para o novo. Para isso basta falar com a sua seguradora/mediador de seguros que no mesmo dia do pedido transfere o seguro entre veículos.

Também pode pedir ao vendedor que não cancele o seguro que ainda tem na viatura (mas em caso de sinistro o vendedor pode fugir à responsabilidade do seguro). O essencial é não usar o carro sem um seguro ativo, sob pena de multa ou de sinistro.

Assinar um termo de responsabilidade automóvel é uma prática recorrente na compra e venda de carros usados mas que não possui validade perante as autoridades.