6 dicas para poupar na abertura de uma conta

Se está a pensar abrir uma conta bancária, deve ter em atenção todos os custos associados e as comissões que terá de pagar quando fizer as operações mais frequentes.

1. Adira à conta bancária de serviços mínimos

Todos os bancos têm esta conta que, por lei, não pode cobrar mais do que 1% do ordenado mínimo nacional por comissões de gestão da conta e onde o cliente tem acesso a:

  • cartão de débito com isenção da anuidade;
  • transferências nacionais, mesmo que interbancárias, com isenção de comissão ;
  • Pagamentos bens e serviços sem comissões;
  • Débitos diretos sem comissões.

2. Adira ao homebanking

Muitas das operações que pode fazer em balcão, estão isentas de custos, quando feitas a partir de homebanking. Ao aderir a este serviço, para além de poder fazer os seus pagamentos e transações de forma mais cómoda, gastará também menos dinheiro.

3. Tenha apenas as contas bancárias de que necessita

Tem mesmo a certeza de que precisa de uma nova conta? Várias contas bancárias significam mais despesas de manutenção e mais comissões. A não ser que tenha uma boa razão, não faz sentido abrir contas novas.

4. Domicilie pagamentos e ordenados

Ao domiciliar o seu ordenado ou determinados pagamentos, pode poupar em comissões. Consulte o seu banco para perceber que tipo de vantagens pode beneficiar se aderir a estes serviços.

5. Confira as comissões dos serviços mais comuns

Ao abrir uma nova conta, confira as comissões dos seguintes serviços:

  • Despesas de manutenção
  • Cartão de débito;
  • Cartão de crédito;
  • Cheque;
  • Transferências;
  • Montante mínimo de abertura.

6. Informe-se sobre as contas especiais

Todos os bancos têm ofertas de contas especiais para estudantes, jovens, reformados ou imigrantes. Se se enquadra em algum destes grupos, procure as ofertas mais vantajosas para si.

Informe-se bem, junto dos bancos, sobre as suas opções e faça uma escolha consciente, tendo em conta as suas necessidades e possibilidades.