Quanto vou descontar para a Segurança Social?

Descubra quanto se desconta para a Segurança Social em Portugal. O quanto descontar por mês para a Segurança Social é uma questão importante, nomeadamente na gestão do orçamento, no planeamento da reforma e na escolha entre trabalhos.

Quanto desconta para a segurança social um trabalhador dependente?

De acordo com as taxas de Segurança Social dos trabalhadores dependentes, um trabalhador por contra de outrem desconta 11% do seu ordenado para a Segurança Social, enquanto a empresa paga 23,75%, numa taxa total de 34,75%.

A conta a fazer para descobrir o quanto vai descontar por mês é simples: basta multiplicar o ordenado por 11%.

Assim, um trabalhador a receber um salário de 650 euros vai descontar por mês para a Segurança Social 71,50 euros (650€ x 11%).

Veja como calcular o salário líquido, com todos os descontos (Segurança Social e IRS).

Quanto desconta para a segurança social um trabalhador independente?

Descontar para a Segurança Social por conta própria, isto é, descontar para a Segurança Social a recibos verdes, sai mais caro do que descontar enquanto trabalhador dependente.

Os trabalhadores recibos verdes descontam 29,6% para a Segurança Social, enquadrando-se o trabalhador num dos onze escalões existentes consoante o seu rendimento anual. Assim, é possível descontar entre 124,09 euros (escalão 1) e 1.489,07 euros mensais (escalão 11).

É possível pedir a redução do enquadramento na Segurança Social.

Em caso de rendimentos baixos, aplica-se a fixação oficiosa de 50% do valor do IAS‏, com uma contribuição mensal no valor de 62,04 euros.

Neste caso deve-se subtrair do ordenado o valor mensal a pagar no respetivo escalão.

Refira-se que existe isenção de contribuições para a Segurança Social no primeiro ano de atividade independente.