Descoberto Bancário Autorizado

O descoberto bancário autorizado é uma forma de crédito concedido pelos bancos por um curto espaço de tempo. Está normalmente associado a contas ordenado.

Ao saldo disponível numa conta de depósitos à ordem os bancos podem adicionar um determinado montante que o cliente pode movimentar quando a conta está no "vermelho". É aquilo a que se chama o descoberto bancário autorizado.

Como conseguir descoberto bancário autorizado?

A forma mais comum de passar a usufruir desta modalidade de crédito é através de uma conta de depósitos à ordem especial como seja a conta ordenado. Desde que o salário esteja domiciliado no banco, este adianta ao cliente um determinado montante para além do saldo disponível. Pode ir desde os 80% por cento do vencimento até três vezes o salário líquido, sendo o valor negociado com o cliente.

No fundo, este crédito, designado descoberto autorizado, é uma espécie de adiantamento do ordenado que o cliente pode usar para ir pagando as suas despesas habituais ou alguma inesperada.

Custos do descoberto bancário autorizado

O banco adianta dinheiro, mas cobra-lhe por isso. Afinal, o descoberto bancário autorizado não deixa de ser uma modalidade de crédito, isto é, um empréstimo. Daí que, ao negociar o montante desse valor sejam também negociadas as taxas de juro a aplicar.

Como são cobrados esses juros? Pelo número de dias em que a conta do cliente esteja com saldo devedor, isto é, a utilizar apenas esse descoberto bancário. Ainda assim, há instituições que acordam com os clientes a utilização gratuita desse adiantamento de dinheiro durante um curto espaço de tempo, por exemplo, uma semana, ou até um determinado valor.

Se não se recorda do que negociou com o seu banco, o melhor será rever o contrato de abertura da conta de depósitos à ordem, já que é lá que são definidos os encargos associados.

Outros custos acarreta, por exemplo, o descoberto bancário acidental.