Estar a par das datas é uma parte crucial da gestão do dinheiro. Não se esqueça das seguintes datas que lhe mexem com a carteira.

15 de fevereiro

Tem até este dia para confirmar as faturas no portal e-fatura. Estas são as despesas dedutíveis no IRS anual.

1 de abril

Não é mentira. Esta é a data para começar a preencher e a entregar o IRS, seja em papel ou pela internet. Quanto mais cedo entregar o IRS, mais rápido poderá receber reembolso (se tiver direito a ele).

30 de abril

Quem paga o IMI de uma única vez tem também até ao fim deste mês para fazer esse pagamento.

Quem paga o IMI em prestações tem de fazer pagamentos ainda em julho e novembro.

31 de maio

Todos os contribuintes devem entregar o IRS anual até 31 de maio. Há porém alguns casos de dispensa de entrega do IRS.

20 de julho

Os trabalhadores independentes podem ter de fazer pagamentos por conta três vezes ao ano: até 20 de julho, setembro e dezembro. O primeiro pagamento (julho) é indispensável.

31 de agosto

Esta é a data final para pagar o IRS anual, quando as Finanças apuram IRS a pagar pelo contribuinte.

30 de setembro

Se vai para a universidade ou tem filhos a caminho dela deve ter em conta a data final para a candidatura à bolsa de estudo, o apoio monetário mensal aos estudantes universitários.

Aniversários

Não esquecer também os aniversários:

  1. do próprio, que pode dar direito a descontos ou acesso a subsídios;
  2. das pessoas queridas, para orçamentar as prendas;
  3. de Jesus, para orçamentar as prendas natalícias;
  4. dos seguros e dos contratos, para rever as suas condições;
  5. do automóvel, para pagar o IUC e para fazer a inspeção automóvel.

Veja 4 formas simples de não se atrasar nos pagamentos e anote também as datas do calendário de impostos.