Custo do divórcio litigioso

O custo do divórcio litigioso é de 560 euros. Por cada elemento do casal e apenas no que se refere às custas processuais.

Para além de mais complicado e, normalmente, menos célere, o divórcio litigioso é mais caro do que o divórcio amigável, também designado divórcio por mútuo consentimento. Divorciar-se contra a vontade do outro elemento do casal implica recorrer ao tribunal e a advogados. Logo, sai mais caro a ambos.

Há uma taxa de justiça de 560 euros a pagar por cada cônjuge...

Quando um dos cônjuges não concorda com a intenção de divórcio do outro, o caso só pode ser resolvido pelos tribunais. Em particular, o Tribunal de Família ou, se não existir, o tribunal de comarca. Mas esse recurso sai caro. Assim que seja conhecida a sentença, e não no início do processo, cada um terá que desembolsar 560 euros. É este o valor da taxa de justiça a pagar ao tribunal em situações de divórcio litigioso.

E ainda os honorários dos advogados

Mas não pense que a despesa fica por aqui. Não havendo acordo, o recurso à via litigiosa obriga a que cada uma das partes seja representada por um advogado. Logo, terá que somar à taxa de justiça o valor dos honorários. Neste caso, não há um valor fixo, nem sequer um valor indicativo. Os preços cobrados por estes profissionais são díspares, sendo que o ideal será informar-se previamente acerca de quanto lhe poderá cobrar pela resolução do processo.

E ainda corre o risco de encarecer ainda mais o já dispendioso divórcio litigioso se necessitar de algum documento que não tenha na sua posse.

Caso o casal recorra à plataforma privada Divórcio na Hora para formalizar o fim da união por via litigiosa, o custo varia entre os 300 e os 600 euros.

Antes de avançar para o tribunal, tente o consenso e compare todos os valores associados ao preço do divórcio em Portugal.