Conta ordenado: como funciona

A Conta Ordenado é uma conta de depósitos à ordem especial, que obriga à domiciliação, ou seja, obriga ao depósito automático do ordenado do titular ou titulares, nessa mesma conta.

Esta conta destina-se a clientes particulares que sejam trabalhadores com contrato de trabalho ou reformados/pensionistas. O montante mínimo para abertura da conta á ordem difere de banco para banco, sendo que o mais usual é de 500 €.

Vantagens

  1. Anuidade grátis do cartão de débito;
  2. Isenção das despesas de manutenção;
  3. Isenção de custos nas transferências interbancárias nacionais com indicação de NIB;
  4. Bonificação em créditos pessoais, habitação ou automóvel;
  5. Associado á conta está uma antecipação até 100% do ordenado.

Desvantagens

  1. Na antecipação do ordenado são cobrados juros, que se tornam elevados, se feito com regularidade;
  2. Transações feitas ao balcão tem custo elevados comparativamente com a Internet e Telefone.

Documentos necessários para abertura de conta ordenado

Abertura de conta pela 1 ªvez

  • Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão;
  • Comprovativo de morada (Fatura eletricidade, água, outros);
  • Recibo de Vencimento ou declaração da entidade patronal com o valor do vencimento mensal.

Clientes que já possuem uma conta à ordem

  • Pedir requalificação no banco;
  • Preencher um impresso disponibilizado pelo banco;
  • Apresentar últimos recibos de vencimento ou declaração da entidade patronal com o valor do vencimento mensal;
  • Esta alteração não tem qualquer custo.

Oferta no mercado

Ao abrir uma conta ordenado é necessário avaliar as condições que cada banco oferece. Veja alguns exemplos:

  • Conta Ordenado CGD
  • Conta Ordenado Novo Banco
  • Conta Ordenado Montepio
  • Conta Ordenado BPI
  • Conta Ordenado Santander
  • Conta Ordenado Banco Popular
  • Conta Ordenado Millennium BCP