Por: Patrícia Roque

Preciso de um consultor financeiro?

Embora a contratação de um consultor financeiro lhe traga alguns custos, em alguns casos, ele pode ter um impacto muito positivo nos seus rendimentos. Saiba se deve recorrer a um consultor financeiro, quais as suas vantagens e quais e as qualificações que deve procurar neste tipo de profissionais, tendo em conta as suas necessidades.

Como saber se precisa de um consultor financeiro?

Se não se sente confortável a tomar decisões sobre este tema, e se não tem conhecimento da forma como o mercado financeiro funciona, então poderá mesmo ser benéfico contratar um consultor. Por outro lado, se acredita que já gere bem as suas finanças e não está a planear grandes movimentos financeiros, poderá não ser necessário. No entanto, se a gestão das suas finanças é complexa, poderá recorrer ao consultor financeiro com uma frequência mais esporádica (uma vez por ano, ou de seis em seis meses) e cumprir com o planeado no resto do tempo, sozinho.

Um dos preconceitos mais comuns é de que os consultores financeiros só ajudam pessoas muito ricas. Mas isto não é verdade, eles podem ser úteis a qualquer pessoa que considere dar um passo financeiro mais complexo, ou que envolva um montante considerável de dinheiro, como a compra de uma casa ou a preparação de uma poupança a longo prazo.

3 vantagens de ter um consultor financeiro

1. Planeamento a médio e longo prazo

Tendo em conta os seus ativos e o seu contexto de vida, o consultor financeiro vai pensar nas melhores estratégias para tirar o melhor partido dos seus rendimentos e poupar para o futuro.

2. Mais informação para dar grandes passos

Se está a pensar comprar uma casa, ou fazer um investimento com montantes mais avultados, o consultor financeiro vai poder dar-lhe toda a informação necessária para tomar as decisões mais acertadas. Assim, evitará tomar decisões reativas, com a “cabeça quente”. São também eles as pessoas mais certas para lhe propor as melhores estratégias tendo em conta o seu nível de conforto com o risco.

3. Gestão dos impostos

O consultor financeiro vai ajudá-lo também a tomar as melhores opções, tendo em conta o seu património e os impostos relacionados com o mesmo.

Devo procurar alguma qualificação específica?

Embora não seja obrigatório, há algumas certificações que podem valorizar os consultores financeiros. O certificado mais comum e reconhecido na Europa é o CEFA (Certified European Financial Analyst). Se necessita de um aconselhamento com mais foco em mercados financeiros internacionais então deverá procurar um consultor com certificado CIIA ou CFA.