Como se candidatar a uma bolsa de estudo em 3 passos

Para conseguir uma bolsa de estudo da DGES (Direção-Geral do Ensino Superior) para a universidade é necessário fazer uma candidatura online.

1. Pedir a senha de acesso

Em primeiro lugar é preciso pedir credenciais de acesso para a plataforma BeOn da DGES.

Quem concorre ao ensino superior pela primeira vez pode pedir as credenciais quando se candidata.

Um aluno que já fez inscrição na universidade pode fazê-lo nos Serviços de Ação Social ou Gabinete de Ação Social da sua universidade.

Quem já recebeu bolsa anteriormente pode usar as credenciais que possui.

2. Reunir os documentos necessários

De seguida, o aluno interessado em bolsa de estudo deve reunir para a candidatura documentos de todo o agregado familiar tais como:

  • Cartão de Cidadão(CC)
  • Em alternativa ao CC: Número de Contribuinte (NIF) e Número de Segurança Social (NISS)
  • Declaração de IRS (caso tenha entregue a declaração)
  • IBAN (Número Internacional de Conta Bancária)
  • Declaração de IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis), ou Caderneta Predial de todos os imóveis (caso o agregado tenha propriedades)
  • Saldo das contas bancárias, à ordem e a prazo, referente a 31 de dezembro do ano anterior e valor doutros bens móveis (ações, certificados de aforro, obrigações, PPR, etc).

Refira-se que no caso do agregado familiar não apresentar rendimentos, ou das suas fontes de rendimento não serem percetíveis, os serviços de análise do pedido de bolsa podem pedir uma declaração sob compromisso de honra.

3. Preencher o formulário de candidatura

Depois de entrar com os dados pessoais na plataforma online BeOn é necessário preencher o requerimento da bolsa de estudo, respondendo ao formulário com os dados dos documentos reunidos.

Em caso de dúvidas pode-se consultar o guia de candidatura à bolsa ou as suas perguntas frequentes.

Após a submissão da candidatura, a área BeOn é o ponto de contacto e de consulta do processo. A área de notificações permite o contacto entre o candidato e o serviço que analisa e decide sobre a candidatura e a consulta do resultado da candidatura.

Prazos da candidatura

O prazo de pedido de atribuição da bolsa de estudo para um ano letivo é:

  • Entre 25 de junho e 30 de setembro;
  • Em 20 dias úteis subsequentes à inscrição, quando ela ocorre após 30 de setembro;
  • Em 20 dias úteis subsequentes à emissão de comprovativo de início de estágio por parte do promotor no caso de licenciados ou mestres que estejam a realizar estágio profissional.

A candidatura à bolsa de estudo da faculdade pode ainda ser realizada entre 1 de outubro e 31 de maio, mas neste caso o valor da bolsa é proporcional ao valor calculado para um ano tendo em conta o período entre o mês seguinte ao da submissão da candidatura e o fim do período letivo ou de estágio.

Simulador

É possível simular a atribuição da bolsa de estudo. Na página da DGES existe um simulador de bolsa de estudo, que indica as condições específicas de atribuição de bolsa a um estudante universitário.

Legislação

Pode ainda interessar conhecer a legislação das bolsas de estudo, nomeadamente o Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior, o Despacho nº 7031-B/2015, de 24 de junho.