Vale a pena comprar com desconto? Evite 5 erros comuns

Quer seja no hipermercado ou no shopping, todos os dias somos confrontados com promoções apetecíveis. Se não as aproveitamos, ficamos com a sensação de que perdemos o negócio do século. Difícil é saber se um desconto vale a pena e é nisso que o vamos ajudar.

Erro 1: O maior desconto é sempre o melhor

Repare nesta promoção na secção das fraldas. Um dos artigos está a 30% e o outro a 25%. Olhando aos descontos, poderá ficar tentado a comprar o que tem a maior promoção, ou seja, o que está a 30%. Por outro lado, o artigo que está a 30% é mais caro do que o artigo que está a 25%... Qual será o desconto que vale mais a pena?

fraldas desconto 2

Para sabermos qual o melhor desconto, temos de ter em consideração que as embalagens destes dois artigos trazem quantidades diferentes de fraldas. Assim:

  • O 1.º artigo traz 60 unidades. A 30% custa € 13,99. O preço por fralda é € 0,23.
  • O 2.º artigo traz 50 unidades. A 25% custa € 7,49. O preço por fralda é € 0,14.

CONCLUSÃO: Quando for às compras, não olhe às percentagens das promoções. Um desconto de 90% pode ser menos vantajoso que um desconto de 10%, dependendo do preço base do artigo e da quantidade.

Erro 2: Se o desconto é igual, compro o mais barato

Aqui está uma promoção em que vários detergentes da roupa estão com 60% de desconto. Qual comprar? Bem, se o desconto é igual, talvez deva comprar o produto mais barato... 

Desconto 2

Errado! Apesar do desconto de 60% ser igual para todos os artigos, as diferentes marcas têm embalagens de dimensões diferentes.

Para saber qual o desconto que vale mesmo a pena, tem de calcular o valor da dose, que consiste em dividir o preço (já com desconto) pelo número de doses. A informação do valor por dose às vezes está nas etiquetas, como é o caso do exemplo acima:

  • O 1.º artigo é vendido a € 6,80 e dá para 40 doses. O preço por dose é € 0,17.
  • O 2.º artigo é vendido a € 6,00 e dá para 50 doses. O preço por dose é € 0,12.
  • O 3.º artigo é vendido a € 10,00 e dá para 92 doses. O preço por dose é € 0,11.

CONCLUSÃO: Se comprar o artigo mais caro, que custa € 10, vai rentabilizar da melhor maneira o desconto de 60%, porque o valor por dose é o mais baixo comparando com os outros produtos. É claro que ao comprar os outros artigos também está a poupar, porque vai comprar o artigo mais barato do que costuma comprar habitualmente. Mas se a marca do produto e o tamanho da embalagem lhe é indiferente, vale a pena fazer as contas ao preço da dose.

Erro 3: Se está tudo ao mesmo preço, custa tudo o mesmo

Repare agora neste exemplo das fraldas. As fraldas de tamanho 4, 5 e 6 da mesma marca estão todas com 30% de desconto e as três embalagens têm o preço final de € 13,99. Acha que todas as fraldas "custam" o mesmo?

fraldas desconto

Não! Na verdade, as fraldas têm todas preços diferentes. Confuso? Repare que as embalagens têm diferentes quantidades de fraldas:

  • As fraldas T6 custam € 13,99 e são 48 unidades. O custo por fralda é € 0,29.
  • As fraldas T5 custam € 13,99 e são 54 unidades. O custo por fralda é € 0,26.
  • As fraldas T4 custam € 13,99 e são 60 unidades. O custo por fralda é € 0,23.

CONCLUSÃO: Apesar do desconto ser o mesmo (30%) e do preço final do artigo ser o mesmo (€ 13,99) o preço real do produto não é o mesmo, porque as embalagens têm diferentes quantidades. O desconto que mais vale a pena é o desconto das fraldas tamanho 4, pois têm um custo unitário por fralda mais baixo.

Erro 4: "Leve 2 - Pague 1" vale sempre a pena porque é de borla

Repare nesta promoção de comida para cão, em que pode levar 6 embalagens pelo preço de 4. O artigo custa € 0,69 a unidade de 300g. Por 6 embalagens vai pagar € 2,76 (4 x € 0,69). Este desconto vale a pena?

leve 6 pague 4

Comecemos por calcular o custo unitário de cada uma das 6 embalagens à luz da promoção. Ou seja, dividimos os € 2,76 (o custo de 4) por 6, que dá € 0,46. Vai pagar € 0,46 por cada 300g de produto.

Há algum artigo equivalente (alimento húmido para cão) no supermercado que cobre menos pela mesma quantidade? Não. Olhando para estas duas alternativa, o artigo mais barato custa € 0,49 a unidade, ou seja, € 0,03 cêntimos mais caro do que lhe vai custar o artigo em promoção.

descontos comida cao

Mas há algum artigo equivalente (alimento húmido para cão) vendido em maiores quantidades que fique mais barato que o artigo em promoção?

mais quantidade

Para saber, tem de calcular o valor por grama. Vai pagar € 0,46 por 300g, isto significa, que paga € 1,06 por kg. Se optar por comprar a embalagem de 400g, a € 0,69, vai pagar € 1,73 por kg. A embalagem maior fica mais cara (por quilo) do que o artigo em promoção.

CONCLUSÃO: Neste caso, o desconto vale mesmo a pena, porque não há alternativas mais baratas, nem que o consumidor decida comprar o mesmo tipo de produto em maiores quantidades.

Erro 5: Vou comprar porque ganho um vale de desconto

Foi à sua loja de roupa favorita e recebeu € 10 de desconto em vale, a descontar na semana seguinte à sua compra. O que é que faz?

Já não precisa de roupa nenhuma, mas talvez compre mais qualquer coisinha para não desperdiçar o dinheiro que acumulou no cartão cliente. Caso contrário seriam € 10 euros jogados ao lixo, não é?

E entretanto percebeu que só pode usar os € 10 que estão no cartão se fizer uma compra superior a € 40. Bem, o melhor é escolher mais qualquer coisinha para chegar aos € 40, senão perde os € 10...

cupão desconto

Nem todos os descontos são imediatos, que é o que seria desejável. Alguns descontos permitem-lhe acumular saldo em cartão, o que o obrigada a gastar na mesma superfície comercial. Se está habituado a ir sempre ao mesmo sítio, isso não é um problema.

A situação mais extrema deste esquema de desconto, é obrigar o consumidor a gastar num determinado intervalo de dias, imediatamente a seguir à compra que lhe "deu" o desconto, ou em compras futuras acima de determinado valor.

CONCLUSÃO: Comprar produtos que acumulam saldo não vale a pena quando não tem hábito de fazer compras frequentes nesse local, e muito menos se houver uma imposição de prazo para gastar ou de limite mínimo da compra seguinte. Vai sentir um impulso de comprar mais, mesmo não precisando, para não sentir que desperdiçou o desconto.

Saber calcular o valor unitário e distinguir os diferentes tipos de promoções

A melhor forma de saber se um desconto vale a pena é calcular o valor unitário do artigo e comparar com outros produtos. Não calcular o preço unitário pode levá-lo a cometer erros que lhe custam muitos euros ao final do mês, porque as embalagens trazem quantidades diferentes, mesmo quando têm o mesmo preço ou o mesmo desconto em percentagem que outro artigo.

Os comerciantes têm várias formas de atrair os clientes para descontos. Podem aplicar uma percentagem de desconto sobre o produto (25%, por exemplo), oferecer-lhe uma unidade de borla (uma espécie de 100% de desconto) ou atribuir-lhe um vale para compras de um novo artigo da mesma gama. É importante saber traduzir esses descontos em miúdos porque nem sempre valem a pena, conforme explicamos nos exemplos acima.

Antes de fazer contas...

Estas dicas são úteis se é o tipo de consumidor que compra o artigo em função da sua finalidade e não da marca. Se está fidelizado a uma marca, é indiferente se o desconto é o mais vantajoso face a outros produtos, porque vai querer comprar o outro artigo com pior desconto (ou sem desconto) na mesma.

Para quem estiver na disposição de experimentar diferentes marcas, os descontos e promoções são um mundo de oportunidades de poupança. Basta saber fazer as contas!