Uma das formas de poupar dinheiro ganhando pouco é viver no passado. Tão simples quanto isso. Ora vejamos como isso é possível.

Preços

Antigamente uma televisão era um luxo acessível a poucos. Hoje em dia quase toda a gente pode ter uma (ou várias). A produção aumentou, os produtos aumentaram, a concorrência aumentou, o salário aumentou e os preços baixaram (em determinados produtos, como uma televisão). É uma boa altura para se comprar o que há de bom disponível (não lhe estamos a dizer para comprar uma televisão, é só um exemplo).

Conservadorismo

Quem vive no passado e ainda pensa em escudos e nos preços mais baixos de antigamente, tem mais tendência a guardar a carteira no bolso e a gastar menos dinheiro.

Tecnologias

Enquanto as novas gerações crescem como que já ensinadas a trabalhar com todo o tipo de tecnologias, as pessoas mais velhas parece que pararam no tempo e se recusam a aderir a ferramentas modernas como os smartphones (escusando de pagar mais por isso). Desde que dê para falar, qualquer telefone, por mais antigo que seja, serve perfeitamente.

Ordenado

Se vive no séc. XXI ainda a imaginar que recebe um ordenado do séc. XX, de certeza que tem mais facilidade em guardar o seu dinheiro e a chegar ao fim do mês com uma conta bancária recheada.

Gostos

Se gosta de música dos anos 90 e na altura não comprou os discos do momento, pois custavam muito caro, agora pode comprá-los a um terço do preço ou menos. Quem gosta da música atual, tem de pagar o preço normal por ela. Quem fala em música fala em filmes, jogos e vários outros campos.

Veículos

O seu automóvel com décadas também se arrisca a ser um clássico. Enquanto a juventude se endivida a comprar carros modernos a imitar os modelos antigos, você não gasta um tostão e se calhar até tem um modelo original desses veículos na garagem.

Roupas

A moda também funciona por ciclos. Se guardou as suas roupas de antigamente em boas condições, pode ainda estar na moda, sem precisar de comprar roupa.

Quando o acusarem de estar ultrapassado e de viver no passado, não se sinta mal com isso. Quem ri por último é você: a sua conta bancária está mais composta e como foi criada há mais anos, ainda chegou a receber bons juros por ela.

Conheça 7 formas retro de poupar dinheiro.