Lidar com o desemprego não é fácil. Para vencer o desemprego é preciso juntar muita vontade, otimismo e persistência. Mas é possível, lembre-se: ninguém é desempregado para sempre.

Apoio

Não é nenhuma novidade mas convém recordar. Quem está desempregado pode ter direito a descontos e a subsídios especiais para desempregados, tais como:

Por outro lado existem apoios ao emprego, em especial para os desempregados de longa duração, que podem ajudar à contratação do desempregado.

Poupar

Durante o tempo de desemprego o verbo mais conjugado é poupar. Normalmente é preciso poupar ao longo do ano, mas nesta época em especial todos os euros estão contados e todas as novas formas de poupar são bem-vindas.

Melhorar

Além de aproveitar para cortar no desnecessário, esta época deve ser utilizada para melhorar os conhecimentos e as competências do desempregado. Com tanto tempo em mãos, o desempregado pode apostar em formação e no desenvolvimento de ideias de negócio. Criar o próprio emprego é uma saída a considerar.

Procurar emprego

O currículo deve ser atualizado e melhorado. Para pessoas com mais de 40 anos esta dica pode ser particularmente importante. Todos os dias o desempregado deve pesquisar os sites de emprego. Alguns deles apresentam ofertas para o estrangeiro, o qual pode ser a luz ao fundo do túnel do desemprego.

Entrevista

Quando as tão esperadas entrevistas de emprego chegarem, é preciso encarar esses momentos com inteligência e positivismo. O candidato é útil para a empresa e ele tem algo para lhe oferecer. Mais cedo ou mais tarde, o tão ansiado emprego chegará.