Por: João Paulo Moura

Como usar o lucro da empresa

Para uma empresa é tão importante criar lucro como saber usar esse lucro. Como usar o lucro depende de empresa para empresa, consoante a sua necessidade e situação.

1. Nas infraestruturas e modernização

A primeira opção para usar o lucro da empresa passa por melhorar o seu desempenho. A gestão empresarial do lucro deve estar focada no processo de produção, na gestão administrativa e financeira e no pilar comercial. A partir destes três componentes muita coisa pode ser melhorada: as instalações da empresa, as máquinas de produção, os equipamentos utilizados, o produto vendido, o serviço prestado, a formação dos funcionários, os canais de venda, etc. Modernizar e aperfeiçoar para crescer é um dos diferentes investimentos do lucro da empresa que esta pode fazer.

2. Num fundo de reserva

Uma opção determinante para novas empresas, que desconhecem o mercado ou que ainda não estão suficientemente sólidas, é criar um fundo de reserva, para eventuais situações mais apertadas que possam surgir. Podem aparecer indemnizações a pagar, clientes que não pagam, instabilidade no mercado, entre outros. Mesmo que se trate de uma empresa sustentável e estabelecida no mercado, é importante ter um fundo de emergência, para o qual se canaliza o lucro pontualmente.

3. Na distribuição do lucro

Para as empresas de relevo no mercado aconselha-se já a distribuição do lucro pelos sócios investidores no negócio, e mesmo pelos funcionários. Não tocar no dinheiro pode equivaler a perder dinheiro, pelo que a distribuição é uma melhor opção. Não se recomenda no entanto que se distribua mais do que 50% do lucro líquido.