Como subscrever certificados de aforro

Os Certificados de Aforro têm sido uma das aplicações escolhidas pelos portugueses para aplicarem as suas poupanças. Também o quer fazer mas não sabe como? O Economias indica-lhe como subscrever esta aplicação.

Depois das séries A, B e C, pode subscrever Certificados de Aforro da série D. A um euro a unidade, mas sendo obrigado a subscrever um mínimo de cem. O teto máximo são as 250 mil unidades. Onde e como?

Nos balcões CTT

Se optou pela subscrição de Certificados de Aforro pode passar à prática num qualquer balcão dos correios. Se é a primeira vez que o vai fazer, terá dois impressos para preencher:

Modelo 701 – A preencher para se tornar cliente e criar a Conta Aforro, seja para abertura ou para proceder a qualquer alteração.

Modelo 702 - É o formulário referente ao Pedido de Subscrição de Produtos de Aforro. Só no poderá preencher depois de criar a conta, já que lhe é solicitado o respetivo número. Depois, basta definir quantas unidades pretende, o valor correspondente e o meio de pagamento.

Para a subscrição de Certificados de Aforro nos CTT deverá levar consigo cópias dos documentos de identificação (bilhete de identidade ou cartão de cidadão) e do número de contribuinte. Vá também prevenido com o NIB, já que este é um dos dados obrigatórios no momento da subscrição, tal como a morada do titular.

Subscrição pela internet

Se não quiser deslocar-se a uma estação dos correios, pode subscrever Certificados de Aforro através da Internet. E com dois caminhos possíveis:

  • Se entrar no site da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública - IGCP, E.P.E., verá do lado direito uma caixa de “Destaques”, devendo selecionar o campo “AforroNet”;
  • Pode também ir diretamente a este serviço disponibilizado pelo IGCP. O primeiro passo será, então, fazer a adesão prévia a este sistema AforroNet.

De referir que a subscrição pela internet é possível, desde que já seja titular de uma Conta Aforro. Se não o for, terá primeiro de a criar, utilizando o Modelo 701.