O IBAN é um código bancário que começa por PT50 em Portugal, seguido do NIB. Tem 25 elementos que identificam a sua conta a nível internacional. O IBAN e o NIB obtêm-se no seu banco, em homebanking, nas caixas multibanco e constam dos seus extratos e demais documentos da sua conta bancária.

IBAN e NIB: o que são

O IBAN (International Bank Account Number) corresponde ao NIB  adicionado de quatro carateres no início, como prefixo. O IBAN das contas bancárias portuguesas começa por PT50, sendo PT o código do país e 50 o código de controlo do país. É a forma de identificar uma instituição e uma conta bancária ao nível internacional.

O IBAN permite identificar e validar uma conta de pagamento na Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA). Não está ainda generalizado no mundo inteiro, mas alguns países fora daquela área já o adotaram também.

O NIB (ou BBAN - Basic Bank Account Number), é o número doméstico de identificação bancária, com 21 dígitos, que está contido no código IBAN. 

IBAN

Vejamos o que significam estes carateres (exemplo de uma conta bancária nacional): 

IBAN: PT50 BBBB AAAA 1234 5678 910 XX;

NIB:             BBBB AAAA 1234 5678 910 XX.

Em que:

  • PT: código do país
  • 50: check-digit de controlo do IBAN
  • BBBB: código do Banco
  • AAAA: código da agência do Banco
  • 12345678910: número da conta bancária
  • XX: check-digit do Banco

A grande maioria dos bancos não apresenta código da agência, pelo que, nesse caso, esse conjunto de carateres (AAAA) aparece apenas com zeros (0000). O número de conta tem até 11 dígitos, conforme o banco. Em termos de IBAN, sempre que o número de conta é inferior a 11 dígitos, o espaço que lhe é reservado é preenchido com zeros à esquerda até perfazer os 11 carateres.

Saiba mais em IBAN e NIB: qual a diferença.

Como obter o IBAN e o NIB

Conforme as situações, NIB e IBAN podem ser-lhe solicitados indistintamente, embora o IBAN seja cada vez mais comum internamente. De todo o modo, a partir do NIB, sabe sempre o IBAN acrescentando-lhe PT50 (em Portugal).

O IBAN é utilizado em transações ou transferências nacionais e internacionais, e pode ser solicitado quando contrata um serviço com pagamento por débito direto, por exemplo. Numa transferência internacional na área SEPA é sempre necessário. 

Quer um quer outro, podem ser obtidos no seu banco, em homebanking, nas caixas multibanco e constam dos seus extratos de conta e outros documentos da sua conta. Em homebanking, o local de consulta varia de banco para banco, mas estará certamente algures em "consultas" ou "dados de contas" ou "contas". Se não encontrar, contacte o seu banco ou consulte os seus extratos de conta.

Pode ainda obter os códigos numa caixa multibanco. Depois de inserir o seu cartão e o seu código de acesso, escolha "Outras operações" e, depois, "Emissão de IBAN/NIB".

Não tente gerar estes códigos nos "simuladores" que proliferam na internet e, mesmo dispondo de toda a informação, não tente construí-lo. Um erro num código destes, numa transferência internacional, pode bloquear o pagamento, atrasá-lo ou fazer com que o dinheiro não vá parar ao destinatário certo. Como resultado, vai ter custos acrescidos, atrasos e, eventualmente, ter que reverter uma transferência que foi parar à conta errada. Se é para saber o IBAN de um particular ou de uma empresa, o melhor a fazer é sempre pedi-lo diretamente, inclusivamente nas operações internas.

Como fazer uma transferência com IBAN numa caixa multibanco

Numa caixa multibanco, depois de inserir o seu código, escolha "Transferências e débitos diretos", depois selecione "Transferências multibanco". Confirme e introduza o NIB do destinatário da transferência. Nas caixas multibanco não é possível efetuar transferências internacionais, pelo que o IBAN nacional é assumido automaticamente pelo Banco.

Após introdução do NIB, é normal que lhe apareçam os dados do destinatário, verifique antes de confirmar a transferência, por forma a assegurar que o dinheiro vai para a conta certa.

Se escolher uma caixa multibanco do seu banco, é possível que tenha que selecionar também se é "uma transferência entre contas" ou se é uma transferência interbancária (para uma conta de outro banco).

Para efetuar uma transferência internacional, terá que recorrer ao seu homebanking, às apps dos bancos ou dirigir-se à sua agência bancária. Não é possível fazer transferências internacionais no multibanco.

O código SWIFT/BIC

Normalmente, quando solicita o IBAN ou o NIB ao seu banco, o documento que lhe é fornecido traz também o código SWIFT (Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication). Trata-se de um formato padrão para códigos BIC (Bank Identifier Code) que identifica bancos no mundo inteiro - quais são as instituições e onde estão. É um garante da segurança para pagamentos e recebimentos entre países.

Trata-se de um código fundamental em transações internacionais e ser-lhe-á solicitado juntamente com o IBAN (nos países que o adotam) ou isoladamente (EUA, Nova Zelândia, por exemplo, que não adotaram o IBAN).

Swift e BIC Code podem-lhe aparecer juntos como Swift/BIC Code ou BIC/Swift. Trata-se do mesmo e único código.

Consulte o nosso artigo com maior detalhe sobre o Swift/BIC Code em Códigos IBAN e Swift (ou BIC): o que são

Códigos dos bancos com maior representação em Portugal

Na lista abaixo, apresentamos os códigos dos principais bancos a operar em Portugal (os A's e C's são específicos de cada conta bancária e os X's são dígitos de controlo dos bancos).

Caixa Geral de Depósitos

NIB: 0035 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0035 AAAA CCCCCCCCCCC XX

BPI

NIB: 0010 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0010 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Santander Totta

NIB: 0018 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0018 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Millennium BCP

NIB: 0033 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0033 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Bankinter

NIB: 0269 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0269 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Novo Banco

NIB: 0007 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0007 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Montepio

NIB: 0036 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0036 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Paula Vieira
Paula Vieira
Licenciada em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Experiência profissional em Banca de Investimento (corporate finance, fusões & aquisições e mercado de capitais), direção financeira e controlo de gestão. Atualmente presta assessoria financeira independente.