O IBAN é um código bancário que começa por PT50 em Portugal, seguido do NIB. Tem 25 elementos que identificam a sua conta a nível internacional. O IBAN e o NIB obtêm-se no seu banco, em homebanking, nas caixas multibanco e constam dos seus extratos e demais documentos da sua conta bancária.

IBAN e NIB: o que são

O IBAN (International Bank Account Number) corresponde ao NIB  adicionado de quatro carateres no início, como prefixo. O IBAN das contas bancárias portuguesas começa por PT50, sendo PT o código do país e 50 o código de controlo do país. É a forma de identificar uma instituição e uma conta bancária a nível internacional.

O IBAN permite identificar e validar uma conta de pagamento na Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA). Não está ainda generalizado no mundo inteiro, mas alguns países fora daquela área já o adotaram também.

O NIB (ou BBAN - Basic Bank Account Number), é o número doméstico de identificação bancária, com 21 dígitos, que está contido no código IBAN. 

IBAN

Vejamos o que significam estes carateres (exemplo de uma conta bancária nacional): 

IBAN: PT50 BBBB AAAA 1234 5678 910 XX;

NIB:             BBBB AAAA 1234 5678 910 XX.

Em que:

  • PT: código do país
  • 50: check-digit de controlo do IBAN
  • BBBB: código do Banco
  • AAAA: código da agência do Banco
  • 12345678910: número da conta bancária
  • XX: check-digit do Banco

A grande maioria dos bancos não apresenta código da agência, pelo que, nesse caso, esse conjunto de carateres (AAAA) aparece apenas com zeros (0000). O número de conta tem até 11 dígitos, conforme o banco. Em termos de IBAN, sempre que o número de conta é inferior a 11 dígitos, o espaço que lhe é reservado é preenchido com zeros à esquerda até perfazer os 11 carateres.

Saiba mais em IBAN e NIB: qual a diferença.

Como obter o IBAN e o NIB

Conforme as situações, NIB e IBAN podem ser-lhe solicitados indistintamente, embora o IBAN seja cada vez mais comum internamente. De todo o modo, a partir do NIB, sabe sempre o IBAN acrescentando-lhe PT50 (em Portugal).

O IBAN é utilizado em transações ou transferências nacionais e internacionais, e pode ser solicitado quando contrata um serviço com pagamento por débito direto, por exemplo. Numa transferência internacional na área SEPA é sempre necessário. 

Quer um quer outro, podem ser obtidos no seu banco, em homebanking, nas caixas multibanco e constam dos seus extratos de conta e outros documentos da sua conta. Em homebanking, o local de consulta varia de banco para banco, mas estará certamente algures em "consultas" ou "dados de contas" ou "contas". Se não encontrar, contacte o seu banco ou consulte os seus extratos de conta.

Pode ainda obter os códigos numa caixa multibanco. Depois de inserir o seu cartão e o seu código de acesso, escolha "Outras operações" e, depois, "Emissão de IBAN/NIB".

Não tente gerar estes códigos nos "simuladores" que proliferam na internet e, mesmo dispondo de toda a informação, não tente construí-lo. Um erro num código destes, numa transferência internacional, pode bloquear o pagamento, atrasá-lo ou fazer com que o dinheiro não vá parar ao destinatário certo. Como resultado, vai ter custos acrescidos, atrasos e, eventualmente, ter que reverter uma transferência que foi parar à conta errada. Se é para saber o IBAN de um particular ou de uma empresa, o melhor a fazer é sempre pedi-lo diretamente, inclusivamente nas operações internas.

Como fazer uma transferência com IBAN numa caixa multibanco

Numa caixa multibanco, depois de inserir o seu código, escolha "Transferências e débitos diretos", depois selecione "Transferências multibanco". Confirme e introduza o NIB do destinatário da transferência. Nas caixas multibanco não é possível efetuar transferências internacionais, pelo que o IBAN nacional é assumido automaticamente pelo Banco.

Após introdução do NIB, é normal que lhe apareçam os dados do destinatário, verifique antes de confirmar a transferência, por forma a assegurar que o dinheiro vai para a conta certa.

Se escolher uma caixa multibanco do seu Banco, é possível que tenha que selecionar também se é "uma transferência entre contas" (desse banco) ou se se trata de uma transferência interbancária (para uma conta de um banco diferente do seu).

Para efetuar uma transferência internacional, terá que recorrer ao seu homebanking, às apps dos bancos ou dirigir-se à sua agência bancária. Não é possível fazer transferências internacionais no multibanco.

O código SWIFT/BIC

Normalmente, quando solicita o IBAN ou o NIB ao seu banco, o documento que lhe é fornecido traz também o código SWIFT (Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication).Trata-se de um formato padrão para códigos BIC (Bank Identifier Code) que identifica bancos no mundo inteiro - quais são as instituições e onde estão. É um garante da segurança para pagamentos e recebimentos entre países.

Trata-se de um código fundamental em transações internacionais e ser-lhe-á solicitado juntamente com o IBAN (nos países que o adotam) ou isoladamente (EUA, Nova Zelândia, por exemplo, que não adotaram o IBAN).

Swift e BIC Code podem-lhe aparecer juntos como Swift/BIC Code ou BIC/Swift.Trata-se do mesmo e único código.

Consulte o nosso artigo com maior detalhe sobre o Swift/BIC Code em Códigos IBAN e Swift (ou BIC): o que são

Códigos dos bancos com maior representação em Portugal

Na lista abaixo, apresentamos os códigos dos principais bancos a operar em Portugal (os A's e C's são específicos de cada conta bancária e os X's são dígitos de controlo dos bancos).

Caixa Geral de Depósitos

NIB: 0035 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0035 AAAA CCCCCCCCCCC XX

BPI

NIB: 0010 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0010 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Santander Totta

NIB: 0018 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0018 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Millennium BCP

NIB: 0033 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0033 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Bankinter

NIB: 0269 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0269 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Novo Banco

NIB: 0007 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0007 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Montepio

NIB: 0036 AAAA CCCCCCCCCCC XX
IBAN: PT50 0036 AAAA CCCCCCCCCCC XX

Paula Vieira
Paula Vieira
Licenciada em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Experiência profissional em Banca de Investimento (corporate finance, fusões & aquisições e mercado de capitais), direção financeira e controlo de gestão. Atualmente presta assessoria financeira independente.