Quando não há rendimentos, torna-se mais importante saber como poupar durante a procura de emprego. Deixamos-lhe algumas dicas para que as suas finanças não se ressintam ainda mais enquanto não lhe surge uma nova oportunidade profissional.

Evite deslocações

A não ser que tenha garantias de se poder reunir com a pessoa certa, pode poupar nas deslocações a potenciais empregadores. Poupa nos transportes ou gasolina e, se forem destinos mais longínquos de sua casa, poupa nas refeições. A alternativa mais barata é enviar as candidaturas recorrendo à Internet.

Não mude o guarda-roupa

Para quê comprar roupa nova se está desempregado e quase nunca sai de casa? Se está a pensar nisso por causa das entrevistas para que possa ser convocado, certamente encontra no guarda-roupa atual a vestimenta adequada. Sem gastar dinheiro propositada e desnecessariamente.

Envie currículos digitais

Quando se fica desempregado, um dos primeiros passos é atualizar o currículo e imprimir múltiplas cópias para distribuir. Não gaste à toa! Primeiro, porque grande parte das empresas prefere receber as candidaturas por email ou através de sites específicos de recrutamento. Além disso, nenhuma oferta de emprego é igual à outra. Opte por imprimir apenas o currículo quando necessário, de forma a poder adaptá-lo à oferta. O mesmo deve fazer com a carta de apresentação.

Procure formação gratuita

E quando na procura de emprego se encontram barreiras por falta de qualificações numa determinada área a tendência é para investir na aquisição de novas competências. Se não tem rendimentos, procure alternativas gratuitas. Há muitas formações, cursos e workshops gratuitos que o podem ajudar nesse desenvolvimento pessoal. E alguns até remunerados.

Abdique do ginásio

Se frequentava o ginásio enquanto trabalhava e até decidiu fazer o esforço de manter a despesa mensal como forma de descontrair e se abstrair da situação social, pondere cancelar a inscrição. Existem várias alternativas. Não paga por isso e tem o mesmo efeito. Mais vantajoso ainda se o fizer em grupo, com amigos. Ao mesmo tempo, está a aprofundar as relações e, quem sabe, a abrir portas a uma oportunidade de trabalho.