Para negociar a renda com o senhorio deve ter vários aspetos em conta, assim como diferentes argumentos na ponta da língua.

Conhecer alternativas

A primeira coisa a fazer na negociação de uma renda é tomar conhecimento dos preços praticados na mesma zona. Isto pode ser feito por uma pesquisa online ou pelo contacto telefónico aos senhorios interessados em arrendar o seu espaço. Este valor médio da zona pode ser precioso para negociar a renda com o senhorio que apresenta ao interessado no arrendamento uma oferta de montante mensal a pagar de renda.

Estado do imóvel

O estado geral do imóvel a arrendar é um bom argumento para baixar o valor da renda, no caso do imóvel apresentar defeitos nos equipamentos e/ou a necessidade de realização de obras, como uma nova pintura. A simples inexistência de elevador no prédio ou garagem é um motivo para negociar com o senhorio o valor da renda a pagar.

Contrato de longo prazo

Ao assinar um contrato a longo termo de arrendamento (fica ao critério de ambos os envolvidos no processo a duração do contrato), o senhorio fica descansado quanto ao pagamento de renda. Esta pode ser uma oportunidade para o arrendatário pedir um desconto no valor pedido de renda, já que o senhorio está garantido quanto ao pagamento da renda durante um determinado tempo. Outra opção é pedir o primeiro mês (ou primeiros meses) de renda gratuita.

Despesas extra

Em alguns arrendamentos, o arrendatário paga ao senhorio as despesas como a água, o gás, a luz, a internet ou o condomínio. Também aqui pode haver uma negociação sobre quem paga o quê.